Janeiro é um mês que os país começam a se preocupar com a compra de materiais escolares dos filhos. Mas existem criminosos que estão usando o WhatsApp e Facebook Messenger para aplicar um golpe que promete materiais de graça.

Os pesquisadores de segurança da Kaspersky identificaram o golpe e perceberam que a campanha está ativa desde 3 de janeiro, fazendo mais de 560 mil vítimas.

Os analistas da companhia disseram que os criminosos tentam ludibriar pessoas oferecendo brindes, como amostras grátis de material escolar da marca Faber-Castell.

Basta apenas um clique no link que aparece ao final da mensagem para participar da promoção. Após o clique, a pessoa vai para um site que pede a indicação de outros cinco contatos para ganhar o prêmio.

Após passar as informações, o usuário pode parar em sites que sugerem aplicativos supostamente legítimos e que geram lucro para criminosos sempre que instalados em um celular, ou então para sites cheios de propagandas que rendem dinheiro para os golpistas.

Além disso, os criminosos ainda conseguem criar um banco de dados com informações fornecidas pelos usuários, além de conseguir novos números de telefone para aplicar golpes em mais pessoas.

Quer receber as notícias no WhatsApp?