Um dos principais prédios de Florianópolis será iluminado à altura de sua magnitude e relevância histórica: o Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Sousa, será reaberto ao público na terça-feira, dia 10, às 19h. O espaço ficou aproximadamente 45 dias fechado ao público para realização de uma reforma completa na parte elétrica. Toda a fiação foi substituída e as arandelas internas e externas tiveram a estrutura modernizada e, assim, poderão ser ligadas novamente. A última grande reforma da parte elétrica havia sido realizada há cerca de 40 anos, conforme a administradora do espaço, Maria José Brandão. “Os lustres, por serem peças antigas, foram higienizados e restaurados e agora ficarão acesos – o que antes não acontecia”, informa. Durante a obra, o acesso ao local ficou restrito aos servidores e trabalhadores da empresa que realizou a reforma. “Ao reabrir esse importante espaço que foi cenário de vários episódios da história de Santa Catarina, oferecemos ao público mais conforto e segurança. A reforma do exterior do Palácio Cruz e Sousa já foi concluída, assim como a parte elétrica e a marchetaria. Ainda vamos trabalhar no restauro das pinturas murais, de forma a preservar esse patrimônio dos catarinenses”, completa o presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Rodolfo Pinto da Luz. O Museu Histórico reabre com duas exposições na Sala Martinho de Haro: uma delas com obras do pintor Hassis e a outra de Jone Cesar Araújo, com a temática dos 270 anos da chegada dos açorianos ao litoral catarinense. Museu Virtual Quem visitar o Museu Histórico poderá fazer uma tour virtual com o auxílio de um audioguia (clique aqui). Com essa ferramenta, o público pode obter informações sobre as principais obras, em texto e áudio, e em cinco línguas: português, inglês, espanhol, francês e italiano.