Masc apresenta exposição-projeção e concerto no Dia da Mulher

Ilustração:Divulgação/Masc

Por: OCP News Florianópolis

08/03/2024 - 10:03 - Atualizada em: 08/03/2024 - 10:40

Nesta sexta-feira, 8 de março, às 19h, ocorre no Museu de Arte de Santa Catarina (Masc), o segundo evento em comemoração aos 75 anos do Museu de Arte de Santa Catarina, a ser realizado, intencionalmente, no Dia Internacional da Mulher. Para celebrar, o Masc apresenta uma novidade que é o conceito exposição-projeção, somado ao concerto da Orquestra de Cordas da Ilha.

O concerto “Sufrágio Feminino” constitui uma homenagem às mulheres compositoras, desde Fanny Mendelssohn até Chiquinha Gonzaga, apresentando obras de diversas épocas e estilos que demonstram a presença da mulher como compositora no campo da Música.

Representando o campo das Artes Visuais, haverá a exposição-projeção “Da Essência e da Existência Feminina no Acervo do Masc”, com curadoria de Maria Helena Rosa Barbosa e Ana Paula Weschenfelder, que se caracteriza como um recorte geracional com foco na representatividade das artistas mulheres na coleção do museu, contemplando aquelas nascidas até 1949 – ano de criação oficial do Masc.

O olhar sensível desta exposição permeia temas como as fases da vida, as sensações, as individualidades, os ofícios, as diferenças, e a relação da mulher com outrem – como com a natureza e com a sua saúde. A seleção de obras é um convite à reflexão sobre como a mulher percebe a si mesma e ao mundo ao seu redor; como ela absorve, pulsa e expressa seus sentimentos e sua visão de vida.

“Organizar esta exposição com a equipe do museu e fazer a co-curadoria tem sido uma experiência tocante, em que vejo cada um de nós sendo movido pelo espírito de equipe, todos envolvidos pelo desejo de realizar um evento recheado de significado, que homenageia mulheres das Artes Visuais e da Música, e que faz brilhar o feminino de nosso acervo e a força das melodias que darão o tom dessa noite especial no Dia da Mulher “- diz Ana Paula Weschenfelder, idealizadora da proposta e administradora do Masc.

Sobre o concerto

O repertório é uma amostra de composições ambiciosas e sofisticadas, exemplificada essencialmente através de obras escritas para cordas, que representam uma espécie de grito velado, pois demonstram que elas podiam e queriam escrever algo mais do que canções, que é o que a sociedade de homens e de mulheres – de diversas épocas, esperava delas, das mulheres.

Sobre a exposição

Embora o Masc, em sua trajetória, já tenha realizado exposições individuais e coletivas de artistas mulheres e uma exposição com obras da sua coleção em 1994: “Mulheres – Acervo Masc” – esta contemplou o feminino sendo representado por artistas homens (em sua maioria) e por algumas artistas mulheres.

Com isso, a relevância desta exposição-projeção se fortalece, visto que destaca, em sua completude, a mulher como produtora de arte e não apenas sua representação nas obras de arte. Esta é parte de um projeto maior de pesquisa do MASC, que tem o propósito de dar mais visibilidade à produção de artistas mulheres na coleção do museu.

Esta exposição, em versão-projeção, é um prenúncio da exposição em versão tradicional e ampliada que acontecerá no segundo semestre de 2024, no salão expositivo no Masc.

Ingressos

Os ingressos estão esgotados no Sympla, mas devido à alta procura, há alguns bilhetes extra que foram disponibilizados para retirada no Núcleo de Pesquisa do Museu. Pede-se que o público chegue às 18h45, visto que a programação precisa se encerrar às 20h10, quando alguns músicos da Orquestra participarão de outro concerto na sequência.