Philippine Cannefax, left, and Joyce Lowe pray during a special Mass at the Catholic Diocese of Salt Lake City Wednesday, Aug, 8, 2007, in Salt Lake City. The Mass was held for the six trapped coal miners at the Crandall Canyon mine. (AP Photo/Salt Lake Tribune, Al Hartmann) ** THE DESERET MORNING NEWS OUT, NO MAGS, NO SALES **

Philippine Cannefax, left, and Joyce Lowe pray during a special Mass at the Catholic Diocese of Salt Lake City Wednesday, Aug, 8, 2007, in Salt Lake City. The Mass was held for the six trapped coal miners at the Crandall Canyon mine. (AP Photo/Salt Lake Tribune, Al Hartmann) ** THE DESERET MORNING NEWS OUT, NO MAGS, NO SALES **

Ok, não "priemos cânico", apenas os franceses vão ter que se acostumar com uma nova versão da oração universal, o Pai Nosso. A partir de domingo, eles terão que rezar diferente um trecho, que que sugere que os pecadores são tentados por Deus.
A frase "não nos submeteis à tentação", como aparece atualmente na versão em francês desta oração, será substituída a partir deste fim de semana por "não nos deixeis cair em tentação", como em português, o que transfere a carga do pecado aos homens.
A versão atual da oração em francês foi adotada em 1966, como resultado de um compromisso ecumênico após o Concílio Vaticano II, e nunca foi unânime.
Pode Deus submeter seus filhos à tentação, um domínio reservado ao diabo? O teólogo protestante Jacques Ellul considerava esta tese absurda, enquanto outros, especialmente católicos, a consideravam quase blasfematória.
"A tradução não era errônea, mas a interpretação era ambígua", comentou o monsenhor Guy de Kerimel, presidente da comissão episcopal para a liturgia na Conferência de Bispos da França (CEF).
Mas a nova versão também gerou críticas. Para o Conselho Nacional de Evangélicos da França (CNEF), o novo texto elimina a ideia de que o Criador "seria responsável pela tentação, mas solapa a soberania de Deus".
A Igreja espera que esta mudança seja uma "ocasião para que os cristãos se reapropriem" do Pai Nosso.
Fonte: AFP/Jornal de SC