Saímos há pouco da semana dedicada às mulheres, mas a predominância delas segue em alta e chega as estreias desta quinta-feira (15) nas salas de exibição do circuito comercial. “Tomb Raider – a Origem” pode chamar mais atenção, mas “Maria Madalena” (foto) se apresenta como o título com fôlego maior para gerar discussão. São, de qualquer modo, dois filmes protagonizados por mulheres fortes e determinadas. Depois de ser vivida em dois longas (2001 e 2003) por Angelina Jolie, a personagem dos games Lara Croft volta aos cinemas na pele da jovem Alicia Vikander para contar os primeiros passos da famosa aventureira. Meio perdida no mundo, Lara rejeita o império deixado por seu excêntrico pai pra ir atrás dele, desaparecido sete anos atrás.  Sua busca começa no último destino sabido dele: uma tumba mística localizada numa misteriosa ilha no Japão. Já “Maria Madalena” gerou certa polêmica por jogar luz numa figura bíblica controversa, geralmente posta em segundo plano na trajetória de Cristo. Dirigido pelo mesmo Garth Davis de “Lion: Uma Jornada para Casa”, o filme é resultado de uma pesquisa intensa junto a historiadores e religiosos de variadas ordens para desvendar quem era Maria Madalena, seu real peso na missão evangelizadora de Jesus (aqui interpretado por Joaquin Phoenix) e o relacionamento com Ele. Na tela, Maria (Rooney Mara) desafia sua família e as tradições da época para acompanhar Jesus até Jerusalém, tornando-se discípula, apóstola e, depois da morte do mestre, uma disseminadora de seus ensinamentos.