O manezinho Darci colocou o pé na estrada para saber mais sobre a magia e o encanto que envolvem a pesca artesanal da tainha no litoral catarinense. E o resultado é a websérie “No Rancho com os Rapazi”, com 15 capítulos, em formato de documentário regado a muito humor, que conta com o patrocínio do Floripa Shopping. Tudo para compartilhar a rotina dessa galera que encara o mar diariamente para manter viva a cultura e o sustento de muita família no litoral.

O empreendimento, que carrega em seu DNA muito desses valores e tradição, de quem vive no litoral, abraçou o projeto. E também vai compartilhar semanalmente os episódios via rede social. Quem quiser conferir, o primeiro vídeo já está disponível nos perfis @manedarci e @floripashopping no Instagram, Facebook e Youtube.

“No Floripa Shopping acreditamos na importância de se manter as tradições. E lançar esse projeto com o Manezinho Darci, através da websérie, foi a maneira que encontramos de disseminar ainda mais a cultura da pesca artesanal da tainha. Marca registrada da Ilha e demais cidades litorâneas do Estado”, explica Claudine Scheidt, gerente de marketing do mall. O empreendimento está localizado na SC 401 e faz parte da rota das praias do Norte da Ilha, região onde essa tradição ainda é muito forte.

Cada capítulo vai relatar, através de testemunhos, opiniões e relatos, o que há de mais relevante nessa tradição, que une gastronomia, cultura e economia. Mostrando e valorizando, principalmente, a importância da pesca na vida dessas pessoas, que passam a tradição de geração em geração há mais de 100 anos. E claro, dando dicas de como preparar a iguaria com quem entende do negócio.

 

Foto Divulgação

 

No total, 20 ranchos foram visitados, com paradas estratégicas em praias conhecidas pela atividade, como os tradicionais pontos em Florianópolis, no Norte, Leste e Sul da Ilha. Além das regiões de Bombinhas, Gamboa, Siriú e Pinheira.

“Extremamente organizada, a pesca artesanal da tainha é uma prática centenária no Estado, realizada em canoas de madeira à remo. Com a websérie buscamos disseminar e apoiar a continuidade dessa atividade que movimenta o nosso litoral. Apresentando a rotina desde o chefe da embarcação até o cozinheiro, encarregado de alimentar toda a equipe que fica reunida no rancho de dois a três meses por ano no inverno”, explica Moriel Adriano da Costa, responsável por dar vida ao personagem Darci.

Mais que uma fonte de sobrevivência, a cultura do rancho ajuda também na socialização de idosos e na formação dos pequenos. “Na idade em que muitos enfrentam limitações de saúde, esse pessoal se vê reunido com amigos, fazendo aquilo que traz prazer. Assim a vida passa de uma maneira mais leve e feliz”, destaca Costa.