Nesta terça-feira (31), a estátua da loja Havan de São Carlos, em São Paulo, ficou totalmente destruída após um incêndio.

O monumento, uma réplica da Estátua da Liberdade de Nova Iorque, foi completamente consumido pelo fogo.

O caso, tratado pelo proprietário da rede, Luciano Hang, como “ataque terrorista”, voltou a colocar os holofotes no maior símbolo da Havan.

Foto Reprodução

Em entrevistas, Hang explicou que a estátua representa o liberalismo econômico e a liberdade dos cidadãos brasileiros.

A estrutura tornou-se até mesmo ponto turístico nos locais onde é instalada, como no município de Barra Velha, no litoral catarinense.

Estátua da Havan em Jaraguá do Sul

O incêndio na loja de São Carlos também voltou a fomentar a curiosidade dos jaraguaenses sobre a possível instalação de uma estátua da Havan em Jaraguá do Sul.

Segundo Luciano Hang, a cidade pode até ganhar um monumento, mas isso não deve acontecer tão cedo.

"Nosso ritmo de inauguração de lojas tem sido de 25 unidades por ano e neste mesmo período conseguimos produzir apenas 12 estátuas", conta o empresário.

As estátuas também costumam ser instaladas em lojas da rede localizadas em avenidas e rodovias com grande fluxo de pessoas.

As estruturas mais próximas de Jaraguá estão localizadas em Barra Velha e Joinville.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger