O cantor Thiago Servo, ex-dupla com Thaême, foi absolvido de um processo por não pagamento de pensão alimentícia, nesta segunda-feira (21), após a Justiça considerar que ele não é o pai da criança, uma menina de oito anos de idade.

O cantor chegou a ser preso em 2016, antes de entrar em um show. Nessa época ele tinha uma dívida por pensão que ultrapassava R$ 1 milhão.

O valor mensal da pensão chegava aos R$ 20 mil e Thiago chegou a ter os bens penhorados.

A negativa de paternidade ocorreu após a mãe não aparecer com a menina para realizar exames de DNA por ao menos três vezes.

A defesa de Thiago entrou com um pedido de negativa de paternidade em julho de 2020, após a família da criança negar visitas do cantor.

A vitória na Justiça ocorreu por volta de agosto de 2021. A Justiça também determinou que a certidão de nascimento da criança não conste mais o nome de Thiago e dos avôs paternos.

Thiago comemora vitória na Justiça

O cantor Thiago usou as redes sociais para comemorar a decisão da Justiça. Em seu Instagram, o cantor compartilhou uma matéria que divulgava a notícia e agradeceu, com "Deus é fiel", na legenda da postagem.

Já nos Stories, ele resgatou um tweet de 2017 "O Senhor Jesus é mestre em surpresas" e acrescentou uma frase. "Cinco anos depois a palavra se cumprindo", completou.