A cultura de Joinville perdeu neste sábado (28) um grande nome da educação musical. A professora e pianista Vany Knoll faleceu aos 80 anos, vítima de uma parada respiratória. Seu legado, porém, permanece muito vivo nas centenas de pessoas que passaram por suas aulas e nas que ainda estudarão no conservatório que leva seu nome, a primeira escola de música oficial da cidade. Formada em Curitiba, Vany deu aulas particulares de piano por 17 anos antes de fundar a escola, em 1968. Um ano antes, ajudou a criar a Escola de Música Villa-Lobos, que funciona na Casa da Cultura. Além disso, lecionou em escolas por mais de três décadas e foi concertista, tendo tocado na Orquestra de Joinville. Segundo o neto (também musicista) Felipe Krelling, Vany parou de dar aulas há cerca de 12 anos, passando a se dedicar exclusivamente a administração do conservatório, que fica na rua Aquibadan e atende atualmente 35 alunos. Há um ano, porém, ela resolveu se afastar e descansar. Em outubro, a escola completa 50 anos de fundação. Foto: Paulo Caetano, divulgação