O diretor e motion designer criativo Moises Oliveira, joinvilense que vive atualmente em Washington, ganhou quatro prêmios com vídeos que defendem os direitos do público LGBTI, dentro e fora dos Estados Unidos.

Os primeiros, recebidos na semana passada, foram duas estatuetas Platinum no Marcom Awards 2018 - International Competition For Marketing and Communication Professionals. No último sábado (17), ele ganhou o TIVA Peer Awards, que aponta os melhores trabalhos julgados pela Television, Internet and Video Association of DC (TIVA). Os vídeos e detalhes do projeto estão AQUI.

Nos EUA desde 2017, o diretor buscou a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) e, juntos, desenvolveram seis vídeos para promover o trabalho da Relatoria LGBTI da organização e a agenda dos direitos humanos desse grupo de pessoas na região.

O objetivo da campanha é aumentar a conscientização sobre os direitos das pessoas LGBTIs e tem como alvo ONGs, Estados, defensores de direitos humanos e pessoas em geral. Os vídeos foram lançados em inglês, espanhol e português (idiomas oficiais da OEA) para alcançar o maior número possível de pessoas nas Américas.

O primeiro vídeo apresenta a Comissão e como cumpre a missão de promover e defender os direitos humanos na região. Os outros cinco tiveram como objetivo aumentar a conscientização sobre diferentes questões essenciais à temática, como o significado da terminologia de gênero, os direitos das pessoas intersex, testemunhos e violência contra pessoas LGBTIs.

Além de dois prêmios no Marcom Awards e dois no TIVA Peer Awards, Moises está nomeado para mais três premiações que acontecem em dezembro desse ano e fevereiro de 2019: o AVA Digital Awards, o The Telly Awards, e o  Hermes Creative Awards.

Desde o ano passado, Moises também desenvolveu trabalhos para a organização da ex-primeira dama americana Michelle Obama, (Partnership For A Healthier America) e organizações não governamentais brasileiras.