O ano de 2019 foi catastrófico para a classe artística: muitos ficaram impossibilitados de trabalhar em decorrência da Covid-19 e tiveram que se limitar a ações virtuais.

Mas um projeto inovador promete dar um alívio e a possibilidade de trocar experiências com mentoria especializada já no primeiro mês de 2021.

O "Laboratório de Autoria - Residência Criativa" selecionará 15 artistas da cidade para passar um final de semana em ebulição criativa, numa pousada rural, no interior de Jaraguá do Sul.

As inscrições já estão abertas e prosseguem até o dia 10 de janeiro. O projeto é viabilizado por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc e foi aprovado no edital de chamamento público.

As inscrições, hospedagens, alimentação e oficinas serão inteiramente gratuitas. É possível preencher o formulário de inscrição no site da Design Editora. O resultado com os selecionados sai no dia 12 de janeiro.

A oficina e a mentoria serão realizadas pelo premiado escritor e roteirista Carlos Henrique Schroeder, que já ministrou oficinas em diversos lugares do Brasil, e palestrou na França, Espanha e México.

“O objetivo é promover o deslocamento do artista para um espaço de concentração, pesquisa e criação, que possibilite a troca de experiências, linguagens, conhecimentos e realidades em conjunto com outros artistas (e com a mediação de um mentor), contribuindo para a transformação e entendimento do seu próprio trabalho", aponta Schroeder.

Sob a luz da escrita criativa serão observados obras de artistas visuais, cineastas, músicos, escritores e performers, e disso surgirão propostas de atividades para o desencadeamento de produção textual.

Segundo o escritor, a interação com a natureza também será um dos disparadores criativos.

O Laboratório de Autoria é uma oportunidade única para os artistas jaraguaenses trocarem experiências sobre seus trabalhos e ficarem em um espaço de ebulição: imersos na criação e em meio à natureza.

“É um projeto muito importante para a cidade, uma oportunidade ímpar para a oxigenação dessas mentes criativas, para começarem o ano com novas ideias, projetos e parcerias. Reciclar e renovar o pensamento e o contato com novas técnicas artísticas, com outros olhares, é preciso. Principalmente após um ano onde todos ficaram concentrados nas suas próprias referências” conclui o produtor executivo do Laboratório, o escritor João Chiodini.

O resultado da residência será um livro digital disponibilizado gratuitamente no site da Design Produções e da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

 

Com informações da assessoria de imprensa

Telegram Jaraguá do Sul