A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação divulga o caminho seguro para quem quer praticar o voo livre com tranquilidade. "Claro que tem que ter coragem e curtir adrenalina para se aventurar numa primeira vez, voando num parapente. Mas quando a aventura tem como guia um instrutor experiente, com muitas horas de voo, tudo fica mais tranquilo", afirma a pasta.

O gerente de Turismo Rafael Koerich explica que o número de pilotos de voo livre tem crescido nos últimos anos em Jaraguá. “Mas é necessário ter cautela na hora de escolher o instrutor que vai praticar o voo duplo. Temos seis instrutores credenciados junto ao Jaraguá Clube de Voo Livre (JCVL), que são pilotos experientes, com o mínimo exigido de horas de voo, e que oferecem segurança àquelas pessoas interessadas nesse tipo de aventura”, ressalta Koerich.

Ao procurar um instrutor credenciado, o interessado recebe orientações antes do voo, transporte 4x4 até o Morro das Antenas, onde há rampas específicas para o voo livre. Tem acesso à equipamento seguro de ponta.

Também é possível contratar, junto ao instrutor, serviço de registro fotográfico ou de filmagem ou ainda de 360º. O preço de um voo duplo varia de R$ 300 a 600. Para informações sobre os instrutores credenciados ou sobre a JCVL, acesse o Instagram @viverjaragua, do Turismo da Prefeitura de Jaraguá do Sul.