Nesta terça-feira (16), o Instagram anunciou novos recursos e políticas de segurança para menores de idade.

A partir de agora, adultos não poderão enviar mensagens para os adolescentes que não os seguem.

Caso ocorra a tentativa, os usuários maiores de idade receberam um aviso, informando que as mensagens diretas não estão disponíveis.

As atualizações já estão ativas no mundo inteiro.

O novo recurso utiliza da idade informada pelo usuário ao criar a conta e inteligência artificial, pelas fotos publicadas, para confirmar a informação.

De acordo com os termos de uso, a idade mínima para se cadastrar no Instagram são 13 anos.

Se os menores de 18 anos aceitarem o diálogo, o próprio Instagram exibirá um alerta para "comportamento potencialmente suspeito".

Em sequência, surgirá a opção para bloqueio ou denúncia da conta direto no chat.

Foto: Instagram

Como detectar comportamento suspeito?

Para identificar algum adulto com atitudes suspeitas, o Instagram vai analisar as contas que estão seguindo, enviando mensagens ou curtindo fotos para muitos menores de idade num intervalo de tempo.

Também, a rede social afirmou que irá testar formas para dificultar que estes adultos com comportamento suspeito, encontrem menores de idade, na aba "sugestões para você", que indica contas para seguir.

Ao criar as contas, os adolescentes também serão convidados a tornar os perfis privados, ainda, caso decidam manter o perfil público, uma mensagem vai informar os benefícios de uma conta privada.

Quando o perfil é privado não aparecem fotos e vídeos e impossibilita enviar mensagens, para seguir a pessoa, é necessário fazer a solicitação, o dono do perfil decide ou não se aceita a solicitação.