Após cinco dias de exibições, o 2º Joinville International Short Film Festival (JISFF) encerrou no domingo (2) premiando e exibindo os melhores curtas-metragens e distribuindo menções honrosas. A escolha foi feita por um júri especializado, que indicou o curta holandês “Vigor” (foto no alto) como o melhor do 2º JISFF. Destaque ainda para a bailarina argentina, radicada no Brasil, Urupé Sarmento, presente em dois curtas exibidos na mostra Film Dance e premiada pelo conjunto da obra.

A cerimônia no Teatro Juarez Machado encerrou uma maratona de cinco dias, na qual foram exibidos 112 produções em 26 sessões gratuitas, que ocuparam sete espaços da cidade.

Novidades certamente virão para a edição do ano que vem, mas é certo que uma das categorias incluídas neste ano permanece: a de film dance. As sessões realizadas na Escola do Teatro Bolshoi lotaram e a iniciativa de uma mostra só de videodança foi abraçada pelo público.
Abaixo, a lista dos filmes premiados nesta edição:

MENÇÕES HONROSAS

CATEGORIA FILM DANCE

* Urupé Sarmento (bailarina), Conspirações do Azul

CATEGORIA FILM DANCE

* Jornada de uma estrela, de James Bort

CATEGORIA ARTHOUSE

* Turno Noturno, de Damon Mohl

CATEGORIA ARTHOUSE

* A Mulher Cervo, de Francisco Garcia

CATEGORIA ARTHOUSE

* Enigma, de Brianna Johnson

CATEGORIA INTERNACIONAL

* AINHOA, de Ivan Saiz-Pardo

 

MELHOR ANIMAÇÃO

* Jornada, de Pierre Ropars

MELHOR ATOR

* Raymond Thiry, de Caiu um Homem do Céu

MELHOR ATRIZ

* Marina Vianna, de Adeus

MELHOR ROTEIRO

* Motin, de Frank Ternier

 

MELHOR FILME

CATEGORIA ARTHOUSE

* Esculpindo o Movimento, de Devis Venturelli

CATEGORIA FILM DANCE

* Paris me Pegou, de Julie Boehm

MELHOR DIRETOR

* Elsbeth Fraanje, de “CHE”

MELHOR FILME JISFF

* Vigor, de Philip Besamusca