Cerca de 400 trabalhos, entre pinturas, esculturas, estandartes, colagens, peças em cerâmica e em papel machê, começam a ser exibidos na manhã deste sábado (6) na Galeria Victor Kursancew, anexa à Casa da Cultura de Joinville. Eles fazem parte da mostra “A Cultura tem o Poder e me Ajuda a Viver”, uma reunião da produção de 130 alunos da Escolinha de Artes Infantis, com idades entre 6 e 12 anos.

Em sua 48a edição, a exposição anual destaca as artes visuais e o teatro. E como ela homenageia a cultura popular brasileira por meio do folclore, a abertura, às 10h, terá como atração especial uma esquete teatral do boi de mamão, apresentada pelos próprios alunos, no hall da escola. A mostra fica aberta até 26 de outubro.

“As crianças se encantaram com as lendas e mitos, como a lenda amazônica do Mapinguari, as lendas da Iara e da Gralha Azul. Durante o período de sete meses, também trabalhamos temas como a fauna brasileira em extinção e a Mata Atlântica”, conta Malu Rodrigues, uma das oito professoras que compõem a equipe da Escolinha. “Nosso objetivo foi sensibilizar o olhar da criança para a beleza do folclore, como forma de manter e valorizar a nossa cultura”.