Enquanto o feriado foi dia de descanso para muitos profissionais e estudantes, na unidade do Senai em Jaraguá do Sul a quarta-feira (2) deu início a uma jornada de pesquisa, criatividade e resolução de desafios que só vai terminar no próximo sábado (5).
Os 32 aprovados pelo processo seletivo do Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC) estão acampados desde a noite de terça-feira (1º), acompanhados de profissionais das 16 empresas associadas à plataforma. Eles têm a missão de desenvolverem soluções inovadoras para desafios reais das companhias.
Entre os desafios está repensar a funcionalidade de produtos, desenvolver novos conceitos de linhas e pensar em possibilidades diferenciadas de exposição de itens em lojas e aplicação de tecnologias. Todos serão apresentados e avaliados no sábado (5).
História e emoção
A abertura oficial do Soul Catarina – que reúne o Design Camp, palestras abertas ao público e a Feira Catarina – foi na terça-feira. Na oportunidade, Michael Siemeintcoski (diretor da unidade Senai de Jaraguá do Sul), Célio Bayer (vice-presidente da Fiesc para a região do Vale do Itapocu), Dieter Janssen (prefeito de Jaraguá do Sul), Giuliano Donini (presidente da Marisol e conselheiro do SCMC) e Amélia Malheiros (presidente do SCMC), falaram sobre a importância da plataforma para o desenvolvimento da inovação no estado.
Amélia destacou a parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e com o Senai Jaraguá do Sul. "O SCMC sempre foi colaborativo. Muito antes deste termo vir à tona, nós sempre acreditamos na construção conjunta e em cooperação como uma ferramenta de fazer com as empresas e a sociedade crescessem", falou.

Oito palestras abertas ao público

A partir desta quinta-feira (3), começam as palestras abertas ao público. Serão oito oportunidades para saber mais sobre design, ferramentas de inovação e outras temáticas ligadas a esse universo.
A primeira palestra será no dia 3 com a designer artesanal da marca Das Catarinas, Edna Mesadri. Ela falará sobre Empreendedorismo com Sustentabilidade a partir das 14h. Ainda nesta data, às 19h sobe ao palco a hacker da Metanóia Hacking, Mariana Francisco, que vai abordar As Sete Alavancas para a Inovação. Em seguida, Camila Boga, da Flutter Innovation, abordará Design-Driven Innovation - Compreender, cocriar, inovar.
Já no dia 4 de novembro, a programação começa às 14h com o workshop Fronteiras Invisíveis: Questões & Reflexões sobre o Design, com Jackson Peixer e Beto Shibata, da Firmorama. Às 19h, o fundador da Glóbulo, Alex Lima, apresenta a palestra Branding Como Estratégia de Diferenciação para o seu Negócio. Em seguida, Lui Iarocheski, estilista da Casa de Criadores e Vancouver Fashion Week, fala sobre Desenhando com o corpo - pensando forma, material, cor e espaço na criação de moda.
No dia 5 de novembro, o Soul Catarina terá uma feira com expoentes da arte e do design catarinense. Nesta data, serão realizados dois workshops. Às 10h, quem quiser aprender sobre fotografia poderá trocar experiências com o projeto KOMBInacomFOTO. Também às 10h, o coletivo Balbúrdia fará o workshop Caos Criativo - expressão catártica através da arte.
Toda a programação é aberta ao público e as vagas estão disponíveis conforme inscrição. Para garantir presença, basta acessar www.scmc.com.br.
Sobre o SCMC
O Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC) é uma plataforma colaborativa que conecta empresas e universidades de moda e design para capacitar pessoas, fomentar a inovação, estimular ambientes pulsantes e ressignificar protagonismos.
Em mais de 10 anos de atuação, mais de 50 empresas catarinenses já passaram pelo SCMC e 25 instituições de ensino aderiram à plataforma através da participação dos seus alunos. Foram mais de 400 eventos de capacitação que impactaram cerca de 30 mil profissionais e acadêmicos. Juntas, as empresas associadas faturam R$ 4 bilhões.
Atualmente, 16 empresas fazem parte da plataforma: Altenburg, Audaces, Cia. Hering, Círculo, Copa&Cia, Coratex, Cores e Tons, Dudalina, Fakini, HI Etiquetas, Karsten, Lepper, LOA Underwear, Marisol, Meu Móvel de Madeira e Tecnoblu.
Foto: Daniel Zimmermann/Divulgação