Está em fase de finalização a nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro São Luís que tem previsão de entrega para março deste ano.

A nova ETE vai elevar o índice de tratamento de esgoto para aproximadamente 80% em Jaraguá do Sul, colocando a cidade com um dos melhores índices de saneamento básico no País e a melhor no Estado.

A obra recebe financiamento no valor de R$ 23 milhões provenientes da Caixa Econômica e R$ 10 milhões foram investidos em recursos próprios. Na manhã desta quarta-feira, dia 20, o prefeito Dieter Janssen e o vice Jaime Negherbon visitaram a obra sendo acompanhados pelo presidente do Samae Ademir Izidoro, técnicos e consultores.

A capacidade da ETE São Luís é de atender até 77 mil habitantes dos bairros Vila Lenzi, Nova Brasília, Jaraguá Esquerdo, São Luís, Tifa Martins, Barra do Rio Molha, Barra do Rio Cerro e Jaraguá 99.

Foto: Divulgação PMJS
Foto: Divulgação PMJS

Segundo o presidente Samae Ademir Izidoro, a obra foi planejada priorizando a eficiência, economia e flexibilidade operacional. “Na nova ETE foram empregados equipamentos de última geração dentre estes o sistema de coleta, afastamento e queima do biogás gerado nos reatores anaeróbios, minimizando a emissão de gases poluentes para a atmosfera. Além disso os sopradores, por serem equipamentos de grande porte, foram instalados em área abrigada, com tratamento termoacústico,” destaca.

A estação é automatizada e todos os equipamentos são controlados por um sistema supervisório, sendo as informações transmitidas por telemetria e registradas em banco de dados localizado no servidor central do Samae. As condições operacionais poderão ser visualizadas de qualquer distância via internet, resultando em segurança e tomadas de ações rápidas.

Foto: Divulgação PMJS
Foto: Divulgação PMJS

Para o prefeito Dieter Janssen, com a operação da nova ETE, Jaraguá do Sul mais uma vez dá exemplo para outras cidades do País no que se refere à qualidade de vida da população. “Sabemos que a cada real investido em saneamento básico, se economiza R$4 no gasto com saúde, daí se demonstra a importância dos investimentos feitos até agora no tratamento de água e esgoto em nossa cidade”, destaca.

Segundo o vice-prefeito Jaime Negherbon, as obras realizadas pelo Samae até hoje vão garantir água e esgoto para o futuro da população, assim como contribuem para a preservação do meio ambiente.

Concluídas obras de terraplenagem da nova Estação de Tratamento de Água do bairro Água Verde
Já foram concluídas as obras de terraplenagem e agora deve ser montado o canteiro de obras da nova Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro Água Verde. Por precaução, devido ao possível aumento da vazão do rio Itapocu em decorrência de chuvas, foi realizada uma elevação de 80 cm no terreno. Na manhã desta quarta-feira, dia 20, o prefeito Dieter Janssen e o vice-prefeito Jaime Negherbon acompanharam a obra sendo recebidos pelo presidente do Samae Ademir Izidoro e o engenheiro responsável pela obra Bruno Moraes Sugamosto, da Construtora Elevação, vencedora da licitação para a obra da nova ETA.
Foto: Divulgação PMJS
Foto: Divulgação PMJS
A construção da nova ETA garantirá segurança hídrica para disponibilizar água com quantidade, qualidade e regularidade para a população de Jaraguá do Sul. Além disso, a obra atende ao Plano Municipal de Saneamento Básico que foca no planejamento do abastecimento para os próximos 25 anos. O empreendimento será composto por uma Estação de Tratamento de Água em processo convencional, contendo unidades de: captação, pré sedimentação, mistura rápida, floculação, decantação, filtração e condicionamento.

Confira mais informações:

Estação de Tratamento de Água (ETE) do bairro São Luís

Início da obra: 2007

Previsão para conclusão e entrega: março de 2016
Valor: R$ 23 milhões pela Caixa e R$ 10 milhões com recursos próprios
Capacidade: de atender até 77 mil habitantes dos bairros Vila Lenzi, Nova Brasília, Jaraguá Esquerdo, São Luís, Tifa Martins, Barra do Rio Molha, Barra do Rio Cerro e Jaraguá 99.
Extensão total da rede: 84.800 metros.
Situação atual: Hoje o Samae possui mais três ETEs instaladas nos bairros Água Verde, Ilha da Figueira e Nereu Ramos.
Valor total: R$ 35 milhões, destes R$ 27.005.608,69 financiados sendo R$ 8.000.623,18 de contrapartida do Samae.

Capacidade atual de produção da ETA Central Água Verde - 375 litros/seg
Capacidade futura da nova ETA Central Água Verde - 1.000 litros/seg
Outra ETA na cidade: na localidade de Garibaldi
Sistemas independentes: nos bairros Rio Molha, Boa Vista, Águas Claras, Krause e Santa Luzia