Pelo menos 14 escolas estaduais catarinenses passarão a oferecer ensino médio em tempo integral em 2017. E Jaraguá do Sul está nessa lista, com a Escola de Educação Básica Professor Heleodoro Borges.
Apesar de Santa Catarina poder incluir até 30 unidades participantes no Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral, do governo federal, até o momento apenas essas instituições manifestaram interesse em oferecer carga horária ampliada para os alunos do primeiro ano do ensino médio.
No mínimo 2,8 mil alunos catarinenses devem ser beneficiados nesta primeira fase do programa, conforme previsto na portaria publicada pelo Ministério da Educação (MEC) em outubro. A ampliação da carga horária nesta etapa escolar é um dos pilares da medida provisória 746, que trata da reforma do ensino médio no país, que gerou polêmica ao ser anunciada em setembro.
As escolas ainda podem aderir ao programa e na próxima semana, entre os dias 17 e 18 de novembro, haverá formação com as gerências regionais de educação e gestores das escolas participantes. A coordenadora explica que a meta é aumentar o número de unidades gradativamente até chegar a 30 instituições em 2018.
Além da ampliação da carga horária anual de 800 para 1,4 mil horas, essas escolas vão oferecer conteúdos e projetos para formação integral do aluno. O objetivo é preparar os alunos para as competências socioemocionais e cognitivas: projeto de vida, protagonismo juvenil, aluno empreendedor, projeto de vida e de intervenção. Esses projetos vão estar integrados aos componentes curriculares.

Veja as escolas que terão ensino médio integral em 2017

EEM Elfrida Cristiano da Silva, Itajaí
EEB Dom Jaime de Barros Câmara, Florianópolis
EEB Wanderlei Jr, São José
EEB Nereu Ramos, Santo Amaro de Imperatriz
EEB Eng. Annes Gualberto, Joinville
EEB Senador Rodrigo Lobo, Joinville
EEB Presidente Médice, Joinville
EEB Prof. Heleodoro Borges, Jaraguá do Sul
EEB Mater Dolotum, Capinzal
EEB Almirante Barroso, Canoinhas
EEB São Vicente, Itapiranga
EEB Prof. Padre Schuller, Cocal do Sul
EEB Caetano Bez Batt, Urussanga
Escola nova em bairro Passo dos Fortes (nome ainda não foi definido, escola será inaugurada), Chapecó

O que muda? 

Carga horária
A carga horária estabelecida deve ser de no mínimo 37,5 horas semanais (7h30 diárias), com um mínimo de cinco horas de aulas de língua portuguesa, cinco de matemática e oito horas destinadas a atividades da parte flexível do currículo. Além de 19,5 horas  para as demais disciplinas obrigatórias e optativas. Passa de 800 horas anuais para 1,4 mil horas.
Formação integral
Alunos irão participar de projetos integradores, como protagonismo juvenil, projeto de vida, que articula as disciplinas da grade curricular comum com iniciativas com a comunidade.
Acompanhamento
As escolas participantes serão submetidas a avaliações de desempenho para se manterem no programa. O resultado do Ideb será um dos indicadores avaliados, assim como redução de reprovação e evasão.
Implantação
Inicialmente o programa será oferecido só para os alunos do primeiro ano do ensino médio. Depois deve ser ampliado para os demais estudantes do EM.
Matrículas
Serão no mesmo período das demais escolas, entre os dias 24 de novembro e 2 de dezembro.
Fonte: Diário Catarinense
Foto: Divulgação