Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, mais de 1 milhão de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) são adquiridas todos os dias no todo o mundo.

Na Irlanda, por exemplo, os números de infecção por DSTs cresceram 7% de 2017 para 2018, afetando, em sua maioria, pessoas de 20 a 35 anos, conforme o Health Protection Surveillance Centre.

Com base nesse cenário, a SEDA College, escola de inglês em Dublin, capital da Irlanda, lançou uma campanha para conscientizar os estudantes sobre os riscos das relações sexuais sem o uso de preservativos.

A ação tem parceria com o HSE Ireland (Health Service Executive), instituição que executa os serviços de saúde pública na Irlanda.

A ideia da campanha, que iniciou no mês de junho, foi trazida pelo ex-aluno da escola Daniel Santos, que também é um ativista em prol da conscientização da saúde sexual no país.

Foto Divulgação/SEDA College

Daniel está ministrando palestras e atividades extras com o objetivo de orientar os alunos e esclarecer todas as dúvidas que cercam o tema.

Além disso, foram criados panfletos informativos, materiais para redes sociais e um novo papel de parede foi colocado na área de recreação da escola.

Ele possui informações sobre prevenção e sobre testes, bem como dois dispensers com preservativos e lubrificantes, materiais que estão disponíveis para os alunos gratuitamente.

“Um dos assuntos que as pessoas mais têm medo de falar é sobre educação sexual, e por isso a escola lançou essa campanha. Queremos informar os estudantes, pois nos preocupamos com o impacto que teremos em suas vidas”, afirma o brasileiro e cofundador da SEDA College, Tiago Mascarenhas.

A SEDA College é a primeira escola de língua inglesa a promover esse tipo ação no país.

Criada pelo Grupo SEDA (Skills and Enterprises Development Academy), em 2009, a SEDA College é uma escola de inglês voltada para estrangeiros em Dublin, na Irlanda.

Reconhecida como a melhor instituição de ensino por órgãos governamentais e autoridades locais, está localizada em uma área de 14 mil m² na capital irlandesa, onde recebe anualmente mais de mil alunos de 40 nacionalidades diferentes.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?