Jaraguá do Sul continua exportando gente talentosa. O catarinense Bruno Davila Gruner, 22 anos, aluno do Senai em Jaraguá do Sul, conquistou a medalha de ouro em polimecânica e automação na WorldSkills Competition. Esta é uma olimpíada internacional de educação profissional, encerrada nesta quinta-feira (19), em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Os outros quatro representantes do Senai/SC conquistaram medalhas de excelência, destinadas aos competidores que superam 500 pontos, em 540 possíveis. O bom desempenho catarinense contribuiu para que o Brasil alcançasse a segunda maior pontuação entre os 68 países que disputaram a competição. :O

“Foi o melhor resultado catarinense em todas as edições da WorldSkills; todos os estudantes do Senai/SC ganharam medalha”, celebrou o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, que acompanhou o evento no Oriente Médio.

Os outros alunos catarinenses que conquistaram medalhas, foram: Rodrigo Keller (de Joinville, em Fresagem CNC), Ana Carolina Gomes Jacinto (de Blumenau, em Vitrinismo); Eric Cristhiano Marcelino da Silva (Tubarão, em Web Design) e Rafael de Borba (Palhoça, em Manutenção de Aeronaves).

Bruno vem se destacando desde a etapa nacional, quando se tornou o primeiro estudante de fora de São Paulo a conquistar o título em Polimecânica e Automação, que consiste na fabricação e instalação de peças para produção de máquinas e equipamentos em áreas que englobam a engenharia mecânica e de automação.

Em Abu Dhabi, ele manteve um desempenho regular e, sempre muito focado conseguiu completar integralmente a última prova, na quarta, dia 18, data em que completou seu 22º aniversário.

Rússia

Na classificação final, o Brasil ficou em segundo lugar, atrás da Rússia. O detalhe é que a equipe russa fez diversos treinamentos no Brasil, inclusive em Joinville. “A diferença com a Rússia foi no detalhe, com menos de 1,5% dos pontos”, afirmou o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte.

*Com informações da assessoria de imprensa