Não é sempre que a semana começa desse jeito, a 100 por hora, gingando em meio a questionamentos.

A segunda-feira já nos entrega "Arame Farpado", espetáculo teatral carioca que levanta a bola sobre a luta de classes no ambiente universitário, enquanto as belezas e desgraças do rio Cachoeira são tema de uma exposição coletiva que abre na terça.

E assim a semana corre, com teatro, artes visuais, cinema e muita música, com destaque para o Festival Aldeia de Todos os Cantos, que volta a acontecer após três anos.

1 - “Arame Farpado” (foto no alto)

O espetáculo que desce do Rio de Janeiro para circular por Santa Catarina via Rede Sesc de Teatro é resultado do trabalho de conclusão de curso do diretor e ator Phellipe Azevedo. Ele e os atores Lidiane Oliveira.

Sol Targino, Peterson Oliveira e João Pedro Zabeti reuniram suas memórias da época da faculdade para criar uma peça que aborda as dificuldades de estudantes oriundos da periferia, como permanecer na universidade, o estabelecimento de um diálogo entre a academia e a periferia e a desconstrução do conhecimento.

Na trama, os quatro atores são circundados por um arame farpado que simboliza o ambiente acadêmico e demarca o espaço da classe dominante.

Quando: segunda (6), às 20h, no Sesc de Joinville.

2 - Música de câmara

O projeto Interlúdio está de volta, para alegria dos fãs de música erudita. Desta vez, a dupla formada pela cantora Claudia Todorov e o pianista Alexandre Dietrich irá apresentar uma seleção de peças de Charles Gnoud, Puccini, Claudio Santoro, Francisco Manoel da Silva, entre outros compositores.

Claudia, também professora e preparadora de grupos vocais e corais, venceu o 1º Concurso Internacional de Canto Aldo Baldin (1999), enquanto Alexandre tem uma vasta carreira como solista e camerista no Brasil e no exterior.

Quando: terça (7), às 19h30, na Sociedade Harmonia-Lyra.

3 - Margem – um Olhar sobre o Rio

A exposição é uma proposta da artista visual Márcia Camargo que nasceu de uma iniciativa de quatro membros do grupo de Facebook Parque da Bacia do Cachoeira. Com fotografias, vídeos, instalações e performance, os 14 artistas participantes jogam um olhar para a beleza da fauna, da flora, da paisagem e a degradação do rio Cachoeira.

Uma mostra de aquarelas, sobre o mesmo tema, também faz parte da ação.

Quando: terça (7), às 20h, na Aaplaj (Cidadela Cultural).

4 - ShortCutz SC

O projeto de exibição de curtas-metragens coloca nesta semana em disputa os filmes “A Rua das Casas Surdas”, de Gabriel Mayer, e “Sonhos, Todo Mundo Guarda Algum Segredo” (foto abaixo), de Deborah Haven.

O curta convidado é “Hic”, de Thiago Lins. A roteirista e protagonista de “Sonhos...”, Geísa Fröhlich, estará presente na Galeria 33 para conversar com a plateia após a sessão.

Quando: quarta (8), às 20h, na 33 Arthouse (rua Bento Gonçalves, 33).

5 - Quinta Independente

Eis que começa uma nova temporada do salutar projeto em prol do rock independente de Joinville e região. Até o final do ano serão noites com quatro bandas no palco, de vertentes variadas, do folk ao hardcore.

A rodada inicial é nesta semana com as joinvilenses Bento Leão, Cachorro do Mato, Fevereiro da Silva e Bomfim.

Quando: quinta (9), às 20h, no Porão da Liga Pub.

6 - Exposição Encruzilhada

Rodrigo Bagga, Bilbo, Jonca e Maicon Medeiros, integrantes do Coletivo Arte Final, juntam seus talentos e habilidades numa exposição conjunta. Encruzilhada tem a curadoria de Marc Engler e põe grafite, tatuagem, pintura e outras expressões usadas pelo quarteto para refletir o cenário urbano e o  cotidiano, mas também mergulha num tipo de consciência que não se vê a olho nu.

Quando: de quinta (9), às 20h, até 12 de setembro, no Garten Shopping (em frente ao Madero).

7 - Acampa Rock

Volta à cena o tradicional festival que muita alegria já deu aos roqueiros joinvilenses. Na nova edição, a combinação de música em meio à natureza permanece, incluindo serviço de bar, cozinha e camping. São 13 bandas confirmadas, entre elas Comanches, Corrosiva, Steam Power, Mr. Rox, Allforges e, de Blumenau, Vlad V.

Quando: de sexta (10), às 23h, até domingo (12), no Recanto Pimenta (rua Bohemenwaldt, 4.210).

8 - Simplesmente Elis

O show em tributo aquela que é considerada a maior cantora brasileira tem à frente Didi Gomes, cujo timbre de voz é idêntico ao de Elis Regina.

Além de entoarem os maiores sucessos da Pimentinha (“Vou Deitar e Rolar”, “O Bêbado e o Equilibrista”, “Arrastão”, “Como Nossos Pais”), ela e o quinteto que a acompanha guiam a plateia pela trajetória da artista, dos anos 60 até sua morte, em 1982.

Quando: sexta (10), às 20h30, no teatro da Liga.

9 - Encontro de multicolecionismo

A primeira edição do evento em Joinville é organizado pelo Clube Catarinense de Colecionismo em parceria com a Associação de Modelismo de Joinville.

Mais de 20 expositores de Santa Catarina e do Paraná exibirão miniaturas de carros, trens, navios, aviões e veículos militares, além de action figures e outros modelos. Alguns itens também estarão à venda.

Quando: sábado (11), a partir das 10h, no Shopping Cidade das Flores.

10 - Aldeia de Todos os Cantos

A quarta edição do festival chega com o subtítulo “cultura popular” e dando ênfase à manifestações e tradições da cultura negra, indígena e açoriana da baía da Babitonga.

Elas serão traduzidas em feira de artesanato, jogos, oficinas de música e dança, roda de conversa com os guaranis e representantes da comunidade negra e em apresentações de grupos tradicionalistas de São Francisco do Sul, Joinville, Araquari e Balneário Barra do Sul.

Um dos destaques, porém, vem de Itajaí: o Sarau Afro-açoriano (foto). Toda a programação é gratuita e está aqui.

Quando: sábado (11) e domingo (12), das 15h às 22h, no Sesc de Joinville.

11 - Unavibe

Um encontro que pretende reunir as tribos do skate e do surfe, artistas e pessoas interessadas em arte e natureza na região rural de Joinville. As bandas End of Pipe e Somaa, os DJs Lef e LP, live painting com Bilbo, Jonca e Gori e food trucks são algumas das atrações do evento.

Quando: sábado (11), às 16h, na Estrada Quiriri (veja o mapa aqui).

12 - Rafaela Antonioli e Fábio Oliveira

A combinação voz e piano da dupla navega entre momentos autorais e recriações de clássicos da música popular brasileira, mesclando samba, bossa e jazz.

O ponto alto, porém, será a apresentação, pela primeira vez ao vivo, do single “Desilusão”, lançado em junho (a letra é de Fred Bezerra e o arranjo é de Rafaela e Fábio). Participação de Rafael Vieira na bateria e percussão.

Quando: sábado (11), às 19h, na Casa 97 (rua Arco-íris, 97)

13 - Olhares além da Janela

Natural de Jardinópolis e atuando nas artes visuais desde 2015, Adriana Rech expõe uma coleção de pinturas que tem a janela como tema. Na verdade, são imagens estilizadas, que provocam o olhar individual e a percepção de cada pessoa em relação ao que é sugerido. Apesar de estanques, essas figuras são repletas de beleza e buscam novas possibilidades, quem sabe até, uma outra realidade.

Quando: até sábado (11), no Hotel Confort (rua Senador Felipe Schmidt, 460).


14 - Exposição Iceberg

Em sua primeira exposição oficial, o panaense José Malinoski (mais conhecido como Fox Malinoski) exibe 15 telas inéditas que revelam suas raízes no grafite. Elas trazem mensagens carregadas de enigmas, remetendo o espiritual e o físico.

E o resultado são animais lindíssimos e pictóricos criados com seu traço peculiar, já visto em intervenções na Bolívia, Argentina, Colômbia, na Alemanha e também no cenário urbano joinvilense.

Quando: até 31 de agosto no Espaço Garten (Garten Shopping).