Um novo marco na música clássica catarinense nasce hoje, com os dois concertos de abertura da temporada 2019 da Orquestra Filarmônica SCAR. Eles acontecem nesta sexta (31) e sábado (1º), às 20h, no Grande Teatro do centro cultural jaraguaense, mesclando peças de dois dos maiores compositores da história: Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven.

“Optamos em começar com um repertório bastante clássico e bem conhecido para iniciar a apresentação do novo som da orquestra. A Sinfonia 40 de Mozart, por exemplo, é uma das músicas mais conhecidas do mundo, mesmo quem não a reconhece de nome vai reconhecer quando ouvir”, explica o maestro André dos Santos, também coordenador artístico da SCAR.

O concerto reunirá sinfonias e árias de óperas de fases diferentes das carreiras dos dois compositores, além de obras com sentimentos contrastantes, partindo de temas mais emotivos para as mais efusivas e empolgantes.

Nas árias, a solista será a soprano mineira Deborah Burgarelli, que interpretou a personagem principal de “Suor Angelica”, uma das duas óperas apresentadas no Femusc 2019.
Nesta semana também acontece a audição aberta para cantores líricos, com objetivo de selecionar as vozes que participarão da temporada 2019 e 2020 de concertos. A audição teve inscrição de 60 candidatos de nove Estados.

Além disso, um intercâmbio artístico pedagógico leva à Jaraguá músicos do Pará e Rio Grande do Sul para duas semanas de aulas, ensaios e apresentações com a orquestra e outras atividades estão sendo realizadas para os alunos da SCAR e a comunidade em geral.