Inicia neste domingo (1º), em Florianópolis a temporada de pesca da tainha e com ela as manifestações artísticas e culturais também ganham movimentação na ilha. Na segunda-feira (2), estreia o documentário Tainha: Esperando El Viento Sul, às 19h00, no vão central do Mercado Público de Florianópolis, com colaboração e co-organização do Departamento Artístico Cultural da UFSC (DAC). O evento contará com a presença do cineasta argentino Sergio Stocchero, ele é o diretor da obra e estará presente para um debate com o público. A exibição será gratuita.

Foto: Divulgação

Sinopse do documentário

“A tainha é o peixe mais sagrado que existe no mar”, dizem. “Todo mundo come quando se pesca na praia”. A pesca artesanal da tainha é uma prática ancestral e comunitária que é realizada durante os meses de maio e junho no litoral de Santa Catarina, Brasil. Há séculos e todos os anos, antes da chegada do inverno, a tainha sobe em cardumes das águas doces do Rio da Prata em busca de águas mais quentes e salgadas para desovar, e com isso se renova a esperança dos pescadores artesanais do sul do Brasil.

No Pântano do Sul, uma pequena vila de pescadores na ilha de Florianópolis, através dessa pesca comunitária, nos aproximamos para um modo de vida e filosofia diferente; a uma forma distinta de entender o tempo; a uma manifestação encarnada de esperança. Tainha, à espera do vento sul, propõe uma viagem a esse lugar, quotidiana e mágica ao mesmo tempo.

*Com informações da USFC