Dia Mundial do Autismo: conscientização e aceitação

Foto: Divulgação

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

02/04/2024 - 14:04 - Atualizada em: 02/04/2024 - 14:55

O Dia Mundial do Autismo é celebrado nesta terça-feira (2). É uma data importante para promover a conscientização sobre o transtorno do espectro autista (TEA) e incentivar a inclusão e a aceitação das pessoas com autismo na sociedade. Este dia foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) para chamar a atenção para a necessidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas com autismo e garantir seus direitos.

O autismo é um transtorno neurobiológico que afeta a comunicação, o comportamento e a interação social. As pessoas com autismo podem apresentar uma ampla variedade de características e sintomas, sendo importante destacar que cada pessoa é única e pode apresentar diferentes habilidades e desafios.

A conscientização sobre o autismo é fundamental para combater o preconceito e a discriminação enfrentados por muitas pessoas com TEA. É essencial promover a inclusão dessas pessoas em todos os aspectos da sociedade, garantindo acesso a serviços de saúde, educação e oportunidades de trabalho adequadas às suas necessidades.

Veja alguns sinais de autismo em crianças

Dificuldade de Comunicação

– Atraso ou ausência de fala.
– Dificuldade em iniciar ou manter uma conversa.
– Repetição de palavras ou frases sem contexto.

Dificuldade de Interação Social

– Dificuldade em fazer ou manter contato visual.
– Pouco interesse em interagir com outras pessoas.
– Dificuldade em entender emoções ou expressar próprias emoções.

Comportamentos Repetitivos ou Restritivos

– Movimentos repetitivos, como balançar as mãos ou balançar o corpo.
– Interesses ou atividades restritas e intensas.

Sensibilidade Sensorial

Hipersensibilidade ou hiposensibilidade a estímulos sensoriais, como luzes, sons, texturas ou sabores.

Atraso no Desenvolvimento Motor

– Atraso no desenvolvimento de habilidades motoras, como andar, sentar ou segurar objetos.

É importante ressaltar que cada criança é única e pode apresentar uma combinação diferente de sintomas. Além disso, alguns sinais podem ser mais evidentes em determinadas idades do que em outras. Se você suspeitar que uma criança possa ter autismo, é fundamental procurar a avaliação de um profissional de saúde qualificado, como um pediatra, psicólogo infantil ou neuropediatra.

Neste Dia Mundial do Autismo, é importante lembrar que a aceitação e o respeito pela diversidade são fundamentais para construir uma sociedade mais inclusiva e acolhedora para todos. Vamos celebrar a neurodiversidade e valorizar as contribuições únicas que as pessoas com autismo podem trazer para o mundo.