Chega o Verão e com ele a mesma história de todos os anos: muito sol, muito calor, muito abafamento e muita vontade de se mudar para um lugar onde neva o dia inteiro! Mas será que viver coberto por gelo é tão bom assim?
Para descobrir o que há de bom e o que há de ruim em morar em lugares onde neva bastante, convidamos os jaraguaenses que estão fora do país para mostrar um pouco do dia a dia gelado deles pra gente.
Dá uma espiada no que os jaraguaenses que moram fora do país pensam sobre a neve:
A Kamila Piovesan está na Pensilvânia, nos Estados Unidos, e tem uma relação de amor e ódio com a neve. "Morar em um lugar que neva está sendo um desafio pra mim, então tudo é novidade", conta.
Ela explica que você só vai passar frio se andar na rua, porque as casas, mercados e restaurantes são aquecidos. "Quando vi neve pela primeira vez foi lindo ver tudo branquinho, mas até agora encontrei mais pontos negativos do que positivos", revela.
Segundo ela, quando neva a cidade fica um caos. "Começando por sair de casa com neve na porta e no carro", afirma. "As pistas ficam escorregadias, então você precisa dirigir com muito cuidado porque a qualquer momento pode se envolver em um acidente de trânsito", comenta.
Por enquanto, Kamila viu mais pontos negativos do que positivos
Por enquanto, Kamila viu mais pontos negativos do que positivos
Kamila conta que que a maioria dos estacionamentos de mercados e shoppings são a céu aberto, então empurrar o carrinho de compras na neve é outra dificuldade. Ela explica que usam sal para derreter a neve. "Ele gruda no sapato e no carro e quando a neve começa a derreter, vira uma espécie de lama", afirma. "Neve é bonito pra visitar e ir embora, não para morar", conclui Kamila.
Para a Francieli Vogel, que está morando em Ohio, nos Estados Unidos, a neve é ótima para brincadeiras como esquiar e patinar, além dos famosos anjinhos e bonecos de neve, mas ela também traz muitos riscos. "É um perigo enorme de bater o carro", desabafa. "Como desliza muito quando está nevando, temos que tomar muito mais cuidado", explica.
O Rodrigo Rosa esteve no Canadá e também tem sentimentos mistos pela neve. "O legal é fazer as atividades como ski , snowboard e patinação", comenta. "As paisagens , os morros cobertos de neve, rios congelados e a atmosfera do lugar é totalmente diferente", lembra.
Ele conta que antes de conhecer, achava que neve era tudo igual, mas descobriu ela tem diversas formas. "Tem a neve mais seca, neve molhada, tipo chuva mesmo, e de cristais", explica. Para ele a neve "molhada" é a ideal para fazer bonecos.
Rodrigo conta que a neve molhada é a mais indicada para fazer bonecos
Rodrigo conta que a neve molhada é a mais indicada para fazer bonecos
Acordar com -30 graus e sair para retirar a neve acumulada da calçada é um dos pontos negativos listados por Rodrigo. "Quando começa a descongelar um pouco, a neve se torna tipo uma pasta, como se fosse uma lama que dá bastante sujeira", emenda.
Ficou curioso para saber mais sobre como os jaraguaenses estão vivendo em lugares onde neva e faz muito frio?
Fique de olho na nossa fanpage porque postaremos mais fotos e histórias como as da Kamila, da Francieli e do Rodrigo. ;)