Compartilhar, conectar, somar. Essas palavras, cada vez mais, vêm ganhando espaço na vida das pessoas, que, agora, também buscam formas de vivenciá-las no dia a dia profissional. E, para isso, nada melhor do que estar em um local que aguça a criatividade, a inspiração e a troca de ideias sem barreiras e limitações.

Com o foco voltado a essa verdadeira integração entre profissionais, o Coolworking é assim: um espaço de conexão. Instalado na área central de Jaraguá do Sul, o coworking apresenta à microrregião uma nova maneira de trabalhar.

Segundo os idealizadores Luis Huffenüssler Leigue e Norberto Drechsel, a ideia é estimular e promover a troca a partir de um ambiente colaborativo.

Recepção é área comum e disponibiliza serviço completo, desde o recebimento de visitantes à anotação de recados | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Como? Na prática, os empreendedores e profissionais que trabalham no Coolworking têm colegas de diferentes empresas e segmentos, com outras funções, origens e, até mesmo, culturas. Assim, ações como caronas solidárias, refeições em grupo e happy hour após o expediente também são uma realidade.

Conforme os empreendedores, dentro desse cenário, a rotina tende a ficar menos exaustiva e monótona e muito mais interessante e motivadora.

“O ecossistema, hoje, é mais importante do que a empresa. Ter é diferente de usar e, atualmente, as pessoas preferem usar”, instiga Leigue.

Já Drechsel enfatiza que a ideia é justamente criar conexões entre profissionais que poderiam não ter condições de usufruir de uma estrutura como essa.

Endereço conhecido

A casa, além de bem localizada, oferece um espaço amplo, com estacionamento e jardim | Foto Denis Natan Fotografia

Instalado na Rua Augusto Mielke, 120, o Coolworking tem o compartilhamento como essência. No espaço, totalmente modernizado e adaptado, funciona também a CMC, agência de comunicação de Jaraguá do Sul que transformou o endereço em um ponto de referência na cidade.

A casa, além de bem localizada, oferece um espaço amplo, com estacionamento e jardim, o que agrega bem-estar ao dia a dia profissional. As unidades para aluguel compreendem nove salas individuais, ambiente para reuniões e de brainstorm e auditório.

A recepção também é área comum e oferece serviço completo, desde o recebimento de visitantes à anotação de recados.

Auditório permite diversas configurações, dependendo do evento | Foto Arquivo/Coolworking

Segundo Leigue, no Coolworking, a experiência vai além do compartilhamento de uma estrutura.

“Tem a parte prática de ter um custo menor no espaço compartilhado, com cozinha colaborativa, sala de reuniões, jardins. Mas, também há o ecossistema gerado, onde é possível trocar serviços, fazer negócios, pedir indicações e trocar ideias”, comenta.

Toda a estrutura, de acordo com Drechsel, serve a empresas que estão no coworking e também àquelas que buscam alugar um desses ambientes internos ou externos para eventos, por exemplo.

Serviços diferenciados

Estrutura serve a empresas que estão no coworking e às que buscam alugar um dos ambientes internos ou externos para eventos | Foto Eduardo Montecino/OCP News

O espaço também oferece endereço fiscal e caixa postal para atender prestadores de serviço que não precisam de um escritório.

Na área destinada ao coworking, há 36 lugares para profissionais independentes e microempresas interessadas em trabalhar por demanda. Estes espaços podem ser alugados por hora, dia, semana, mês.

Focado na sustentabilidade, o Coolworking possui sistema de captação de água de poço e da chuva para utilização em banheiros. Também há bicicletário e chuveiros para quem opta pelo uso da bicicleta como principal meio de transporte.

Espaço aguça a criatividade, a inspiração e a troca de ideias sem barreiras e limitações | Foto Arquivo/Coolworking

Desde que o negócio foi inaugurado, eventos são frequentes, alguns promovidos pelo Coolworking, que busca fomentar o conhecimento entre os usuários e público em geral, outros por empresas que estão ou não instaladas na casa.

“Fazemos convenções, encontros de diretoria, reuniões, apresentação de resultados. Tem todo um fluxo que está sendo criado e está passando por aqui agora. Muitas indústrias não possuem um espaço para convivência, ou uma sala bonita, um jardim, um local para tomar café. Então, elas também podem enxergar essa estrutura como um escape da rotina”, ressalta Drechsel.

Projetos

Cozinha é espaço de uso comum na casa | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Para estimular ainda mais esse ecossistema e a experiência de coworking, a ideia dos empreendedores é inaugurar, em breve, um café e mais um espaço de convivência abertos ao público.

“Nós temos projetos de melhorar o jardim de inverno e outras estruturas. O objetivo é que a experiência aqui se torne cada vez melhor. Espaço de salas de aluguel você encontra em qualquer lugar, aqui oferecemos mais que isso”, explicam os idealizadores.

Funcionamento

Área destinada ao coworking possui 36 lugares para profissionais independentes e microempresas interessadas em trabalhar por demanda | Foto Denis Natan Fotografia

Horário de funcionamento do coworking: das 7h30 às 20h.

Inquilinos com sala têm acesso irrestrito, com segurança por biometria.

Dependendo do evento, a casa também fica aberta até mais tarde.

Mais informações

Entre em contato com o Coolworking pelo telefone (47) 3371-2422, no endereço Rua Augusto Mielke, 120, Bairro Baependi, ou nas páginas do Facebook e Instagram.