Conheça os participantes do “Virei o Chefinho”, programa culinário do OCP News para crianças

Foto: Freepik

Por: Maria Luiza Venturelli

26/10/2023 - 09:10

Em breve irão começar as gravações dos primeiros episódios do “Virei o Chefinho”, o novo programa da Rede OCP que vai oferecer uma experiência única para crianças que sonham em se tornar mestres da cozinha. Jovens talentos da confeitaria, com idades entre 6 e 14 anos, vão competir em uma série de desafios emocionantes e inspiradores.

Entre centenas de inscrições, foram selecionadas 12 crianças, que irão competir ao lado de uma dupla escolhida por elas, seja a mãe, pai, tio ou tia. O programa será veiculado todos os sábados e quartas-feiras, em todos os canais da Rede OCP. A cada episódio, duas duplas se enfrentarão e somente uma passará para a próxima fase.

A avaliação será feita por jurados de alto escalão: o renomado chef de cozinha Alex Caputo, a culinarista Juliana Nardelli e o chef Gabriel Kassner Leoni, que levarão em consideração não só o resultado final dos pratos, mas também o trabalho em equipe das duplas e o espírito esportivo.

Hugo, 8 anos – dupla com a mãe Thayse

O Hugo, de oito anos de idade, faz parte de uma dupla junto com a mãe Thayse. Eles demonstram grande alegria por terem sido selecionados, considerando essa conquista como uma vitória significativa para eles. A expectativa da dupla é que essa jornada se torne uma experiência enriquecedora, repleta de aprendizado, especialmente para os jovens chefs. Esta é a primeira vez que eles participam de um programa em que cozinharão sob a observação das câmeras, o que torna a experiência ainda mais única. Hugo e Thayse estão animados para dar o seu melhor e têm confiança de que sairão vitoriosos do “Virei o Chefinho”.

Arthur, 8 anos – dupla com a mãe Kely

Kely explica que Arthur, de oito anos, possui síndrome de Tourette, o que o torna sujeito a uma ansiedade constante. “A ansiedade é a mil sempre, quando soube que foi selecionado não se conteve de emoção, e eu fiquei muito feliz por ele”, diz. Arthur conta que não se importa com a vitória, pois para ele, a participação já é uma conquista significativa. Ser escolhido já representa algo imensamente importante em sua jornada, e, por isso, ele está profundamente entusiasmado. Sua maior expectativa é não ser eliminado logo no início, mas, de maneira geral, ele se encontra extremamente satisfeito e ansioso para as gravações.

Milena, 10 anos – dupla com a mãe Cinthia

Milena, de 10 anos, e a mãe, Cinthia, ficaram muito animadas com a oportunidade de participar do programa. No entanto, elas contam que estão ansiosas devido à responsabilidade. “Estamos com um frio na barriga pela responsabilidade de fazer algo que foge totalmente da nossa rotina, já que não temos familiaridade com câmeras nos filmando enquanto cozinhamos”, diz a mãe.

Elas esperam que essa experiência seja divertida e resulte em boas memórias afetivas. Planejam demonstrar suas habilidades culinárias ao preparar pratos que conhecemos bem, bem como aprender novas receitas com os desafios propostos. A expectativa de Cinthia e Milena é dar o melhor de si, mantendo sua essência e autenticidade. Mesmo não sendo profissional do ramo, eu amo cozinhar para a família e amigos e sempre incentivei a Milena a aprender a cozinhar desde bem pequena”, finaliza Cinthia.

João Miguel, 13 anos – dupla com a mãe Juliana

Já João Miguel, de 13 anos, forma dupla com a mãe, Juliana. A surpresa da seleção foi extremamente positiva para eles. João sempre nutriu uma grande paixão pela culinária, e frequentemente acompanhava a mãe durante o processo na cozinha, demonstrando um interesse profundo. “Eu já entrei em contato várias vezes para matricular ele em aulas de culinária, mas ainda não consegui adequar nosso orçamento para que isso acontecesse”, conta a mãe.

A notícia da oportunidade os pegou de surpresa, no entanto, os deixou muito felizes. As expectativas são direcionadas para permitir que João se aproxime do mundo da gastronomia, a fim de descobrir se essa é sua verdadeira paixão, seja como um hobby ou possivelmente como uma futura profissão. Eles esperam que o reality show acenda a chamada desse desejo pela culinária e proporcione uma experiência valiosa, permitindo que eles conheçam novas pessoas e façam amizades. “A expectativa está bem alta, mais de participar e aprender do que de qualquer outra coisa”, resume a mãe.

Carlos, 10 anos – dupla com a mãe Manoela

Carlos, de 10 anos, forma dupla com a mãe Manoela. Assim que receberam a notícia de que foram selecionados para participar do programa, os dois ficaram cheios de alegria e empolgação. É uma oportunidade única para compartilharem momentos especiais juntos e enfrentarem desafios emocionantes.

“Esperamos muita diversão e também aprendizado. Estamos ansiosos para começar o reality”, contam. A perspectiva de vivenciar experiências inéditas, aprender lições valiosas e acima de tudo, fortalecer o vínculo entre mãe e filho, enriquece os corações dos dois de felicidade.

Sara, 11 anos – dupla com o tio Sérgio

Sara, de 11 anos, forma dupla com seu tio Sérgio. Com grande entusiasmo, eles receberam a notícia de que seriam participantes do “Virei o Chefinho”. Ambos estão ansiosos para adquirir conhecimento e experiência na arte da culinária. ” Eu fiquei muito feliz, porque eu pensei que não seria selecionada, aí quando a minha mãe me ligou avisando eu quase caí da cadeira e fui gritando para o papai, ‘eu fui selecionada, eu fui selecionada’.”, conta a menina.

O tio, que também é um grande amante da cozinha, também está determinado a aproveitar ao máximo essa experiência. “Ser selecionado foi uma grande surpresa, vai ser uma experiencia incrivel ajudar e incentivar a Sara na cozinha, a ter esse espirito de competição de sempre melhorar”, explica.

Laura, 8 anos – dupla com a mãe Leila

Já a Laura, de oito anos, vai cozinhar juntamente com a mãe, Leila. Segundo a mãe, a pequena vem demonstrando interesse pela cozinha e é incentivada por toda a família. “Quando fiquei sabendo que o OCP estava com as inscrições abertas para o programa, nem pensei duas vezes e fiz logo a inscrição, mas sem criar expectativas”, relembra Leila.

Quando veio a notícia que haviam sido selecionadas, foi uma euforia, elas contam que ficaram felizes e dispostas a dar o melhor de si mesmas, sem deixar a diversão de lado. Para a dupla, o essencial é encarar a competição de forma saudável e perceber que é preciso sempre dar o melhor, se divertir, aprender e evoluir com os processos.

“A Laura é extremamente competitiva e tem pouco tempo de contato com a cozinha, já eu, sou perfeccionista e tenho dificuldades de trabalhar sendo assistida, juntas somos bem desastradas, falantes e amigas. Então imaginamos que o desafio será gigantesco e nos deixará mais fortes e próximas”, diz a mãe, animada.

Malu, 7 anos – dupla com a mãe Marcela

Malu, de sete anos, vai competir ao lado da mãe, Marcela. Ela conta que desde pequena Malu gosta muito de ajudar na cozinha. “Desde pequena ela me ajudava a lavar os alimentos, separar as quantidades, misturar. Hoje, enquanto eu cozinho ela faz seus pratos. Geralmente umas misturas da sua cabeça”, resume a mãe.

Marcela nunca fez nenhum curso e não é conhecedora da cozinha, mas gosta de cozinhar e sente prazer em fazer comidinhas gostosas, assim como a sua avó paterna, que era cozinheira. Assim que viu o convite para o “Virei o Chefinho” no grupo de pais da escola, contou para a filha, que ficou muito animada. Com a notícia da seleção, surgiu a empolgação misturada com ansiedade.

“Eu fiquei ansiosa e feliz quando a minha mãe falou que ela me inscreveu e eu fui chamada. Eu adoro cozinhar!”, conta a pequena.“Ela ficou preocupada porque não somos profissionais, nunca fizemos nenhum curso, nada. Somos cozinheiras do dia a dia. Agora que ela viu um pouco dos outros participantes, voltou a ficar animada, pois reconheceu vários que estudam na mesma escola”, complementa a mãe.

Elisabete, 7 anos – dupla com a mãe Jaqueline

Elisabete, de sete anos, faz dupla com a mãe Jaqueline e ficou muito feliz em saber que iria participar do reality. “Quando falei pra Elisabete ela ficou toda feliz, a gente assiste esses programas de chef e ela se empolgou muito para participar”, conta a mãe.

Elas esperam poder fazer algo legal juntas, como mãe e filha, e principalmente que se divirtam muito em dupla. “Ela adora essas coisas e espero mesmo que a gente construa boas memórias. Perdendo ou ganhando eu sei que vai ser uma experiência memorável que a gente vai poder viver juntas, com frio na barriga, mas muito felizes”, complementa. Já a pequena diz que está muito empolgada e quer cozinhar logo!

Isabela, 12 anos – dupla com a tia Margot

A Isabela, de 12 anos, forma dupla com sua tia Margot para o “Virei o Chefinho”. A empolgação e a alegria da dupla são enormes, com um toque de nervosismo, afinal, enfrentar um desafio culinário de tal magnitude é uma tarefa que pode provocar um certo frio na barriga. “Foi com alegria que recebemos a notícia e ficamos um pouco nervosas”, conta a tia.

O que torna essa jornada ainda mais emocionante é a expectativa de aprender e crescer através desse desafio, além da oportunidade de ampliar seus conhecimentos na culinária. As duas estão ansiosas para absorver tudo o que puderem durante a competição, pois sabem que isso não apenas aprimorará suas habilidades culinárias, mas também enriquecerá sua compreensão da gastronomia de maneira geral.

Maria, 11 anos – dupla com a mãe Karoline

Maria Augusta, de 11 anos, faz dupla com a mãe Karoline, que conta que a filha sempre teve vontade de participar de um programa culinário para crianças. “A emoção foi imensa, pois o sonho da Maria Augusta sempre foi participar do Master Chef Kids”, diz a mãe.

Elas estão cheias de expectativas e esperam vivenciar momentos de diversão e aprendizado ao longo do processo. A dupla está pronta para absorver conhecimento com os jurados e trocar experiências enriquecedoras com os outros participantes.

Caio, 13 anos – dupla com o pai Tiago

Caio, de 13 anos, está cheio de empolgação para competir ao lado do pai, Tiago, no “Virei o Chefinho”. A dupla conta que, no início, não tinha noção completa do tamanho do projeto. “Pensamos que era algo menor e mais simples, mas gostamos de desafios”, conta o pai.

Eles abraçaram essa oportunidade com um espírito determinado de aprender e se divertir, sabendo que estão prestes a embarcar em uma jornada repleta de experiências únicas, diferentes de tudo o que já experimentaram. Eles estão decididos a demonstrar sua criatividade e habilidades culinárias, com o objetivo de conquistar o título de vencedores desta jornada que promete ser inesquecível.

Acesse o Instagram dos patrocinadores:

@gk_distribuidora
@hotelfazendacasaraodovale
@grupoalenice/ @aleniceoficial
@nutrijacquepereira (Nutri Kids)
@urbanoalimentos
@marciabolosemacarons
@selecta.chocolates
@mixingredientes

Acesse o Instagram da equipe do programa:
@juliananardelli
@chefalexcaputo71 / @cantinetacaputo
@chefgabrielkleoni / @chefgourmetjaraguadosul
@julianocoutojornalista