O hino da vitória, o hino da sua cidade, o hino patriótico que representa a tradição e as virtudes de um povo. O respeito que todos têm por eles quando soam pelas caixas de som ou pelos instrumentos musicais é tamanho que chega a silenciar estádios. Quem nunca se questionou: de onde esses cânticos surgem?

Por meio da composição de hinos, o blumenauense Márcio Volkmann, 47 anos, encontrou a forma de fazer aquilo que mais gostava: escrever. Estimulando sempre sua criatividade, achou uma espécie de hobby e a chance de muitas vezes poder falar sobre um lugar ou sobre algo que ficaria eternizado.

Da esquerda para a direita: Márcio Volkmann, o ex-prefeito de Schroeder, Felipe Voigt, e Edson Luís da Silva l Foto Arquivo Pessoal

Há 19 anos, Márcio viu no concurso nacional lançado para a criação do hino oficial de Blumenau a primeira chance de colocar em prática uma de suas paixões. Junto com seu parceiro Edson Luís da Silva, 57 anos, autor de inúmeros jingles que tocam pelas rádios da cidade, inscreveu-se para o concurso. A tentativa meio despretensiosa se converteu em orgulho e satisfação por serem escolhidos os vencedores.

“O fato de um hino poder ficar gravado para sempre supera qualquer recompensa financeira. Quando você vai a uma escola e ouve dezenas e até centenas de crianças cantando um hino que você compôs, a emoção bate e também a certeza de que minha jornada terrena já valeu a pena”, afirma Márcio.

Troféu do Hino de Blumenau l Foto Arquivo Pessoal

Desde então, a dupla também foi responsável por criar os hinos das cidades de Schroeder e Águas de Santa Bárbara (SP), do Atlético de Ibirama (time de futebol), do Grêmio Esportivo Olímpico de Blumenau, do Blumenau Futsal e dos PHD´s (proprietários de motos Harley Davidson). Mas eles não querem parar por aí. Atualmente, ambos trabalham na produção de mais dois cânticos, que por enquanto preferem manter em segredo.

De acordo com Volkmann, não há nada melhor do que sentir orgulho de suas próprias criações. “Eu partirei, o Edson também, mas um hino ficará eternizado nos livros de história”. Para alguns, algo que pode não ter tanta importância, porém para muitos uma música que pode representar milhares de pessoas e suas tradições.

Com as emoções à flor da pele, Márcio e Edson resolveram fazer algo diferente. Essa semana lançaram uma música em homenagem aos jovens jogadores do Flamengo (RJ) que foram vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, centro de treinamento localizado no Rio de Janeiro. Confira o vídeo "Anjos com chuteiras" e emocione-se com essa merecida homenagem.

Quer receber as notícias no WhatsApp?