Uma startup chinesa, chamada Megvii, desenvolveu um aplicativo que vai ajudar os donos a encontrarem seus cães perdidos. E a tecnologia funciona através do reconhecimento do focinho do cachorro.

Nem todo mundo sabe, mas o focinhos dos animais funciona como se fosse a nossa digital. O que significa que cada cão tem um padrão único, fazendo com que possa ser identificado com mais facilidade.

Baseados nesta informação, o pessoal da Megvii usou a inteligência artificial para criar uma base de dados capaz de oferecer 95% de precisão na busca pelos mascotes.

A startup alega que este método é o mais econômico e menos invasivo do que a colocação de um microchip sob a pele do animal.

Como o app funicona?

Primeiro, os tutores devem tirar uma foto ou gravar um video, que mostre o focinho do cão. O aplicativo vai detectar os principais pontos do padrão encontrado na área e criar uma espécie de mapa de cada focinho.

Depois disso, os dados são enviados a um arquivo online. Cada cão recebe um número de identificação próprio, que vai ajudar caso ele for perdido.

O aplicativo é focado nos donos que desejam rastrear seus animais caso sejam perdidos. Mas a startup garante que os benefícios podem ser ainda maiores caso seu uso seja adotado pelo poder público, que poderia usar a plataforma para identificar tutores que descumprem com a legislação local, por exemplo.

Infelizmente o app não está disponível no Brasil, mas ficamos aguardando a chegada dele para ajudar os animais perdidos na rua.

Fonte: Hypeness

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger