A Justiça Eleitoral disponibilizou seis aplicativos para que o eleitor exercite seu direito ao voto com praticidade e segurança nas eleições de 2018.

Todos os aplicativos podem ser baixados em smartphones ou tablets, nas lojas Google Play e Apple Store.

Saiba mais sobre cada um desses aplicativos a seguir:

1. e-Título

Esse aplicativo é uma via digital do título de eleitor. O e-Título contém o endereço do local de votação, dados cadastrais do eleitor e informações sobre a situação eleitoral.

No caso dos eleitores que já fizeram o recadastramento biométrico e têm sua foto na base de dados da Justiça Eleitoral, o documento digital poderá ser utilizado para a identificação na hora de votar.

Caso o eleitor não tenha o cadastramento biométrico, é preciso levar também um documento oficial com foto. O uso do aplicativo dispensa a apresentação do documento em papel.

2. Mesários

O aplicativo é destinado aos aproximadamente dois milhões de mesários que trabalharão nas Eleições 2018. Contém instruções gerais sobre a atividade do mesário e tem a função principal de dar suporte para o cidadão que vai prestar serviço no dia das eleições.

Busca também orientar e tirar dúvidas sobre todo o processo, datas importantes do calendário eleitoral de interesse dos mesários, reúne dicas e soluções, vídeos e um questionário de avaliação para ser preenchido após a eleição.

3. Pardal

O aplicativo Pardal permite encaminhar denúncias de irregularidades eleitorais, juntamente com evidências que podem servir de provas em eventual processo (fotos, áudios e vídeos).

Podem ser encaminhadas denúncias de diversos temas, como propaganda eleitoral, uso da máquina pública, compra de votos, crimes eleitorais, doações/gastos eleitorais, dentre outros.

4. Resultados

Esse é o aplicativo que o eleitor deve baixar para acompanhar a apuração do resultado após o encerramento da votação, previsto para as 17h do dia 7 de outubro.

Por meio do celular ou tablet, o eleitor poderá visualizar em tempo real o número de votos dados a cada candidato.

O aplicativo também exibe percentual, votos brancos, nulos, de legenda, nominais e o comparecimento do eleitorado.

5. Boletim na Mão

Com esse aplicativo é possível acessar as informações contidas nos Boletins de Urna (BU), que são impressos após o encerramento da votação e afixados em quadros de aviso nas seções eleitorais no dia da eleição.

O acesso facilitado a esses documentos permite que o cidadão verifique se o BU impresso na sua seção corresponde ao recebido pelo sistema de totalização de votos, dando ampla transparência ao processo eleitoral.

Esse aplicativo deve ser utilizado após o encerramento da votação.

6. JE Processos

O JE Processos permite acompanhar o andamento de processos que tramitam na Justiça Eleitoral. Além de eleitores em geral, costuma ser utilizado por advogados e jornalistas, que podem fazer a consulta pelo nome da parte, nome do advogado ou número do processo.

Após o preenchimento das informações, o aplicativo exibe o último andamento do processo, bem como seu relator, sua origem, partes e advogados. Decisões proferidas no processo pesquisado também podem ser acessadas.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?