A 27ª edição do Jaraguá em Dança invade o fim de semana. A partir desta sexta-feira (24) até domingo (26) serão sete sessões com 81 apresentações, sem contar as participações especiais e convidados.

O evento desta sexta-feira (24), com a segunda noite de exibições, inicia às 19h, no Grande Teatro da Scar.

No sábado (25) e domingo (26) serão três as sessões: às 13h30, 16h e 19h.

O evento tradicional do calendário cultural da cidade terá um total de 15 sessões e volta a contar com a participação de público, restrito a 30% da capacidade do local, o que corresponde a 280 pessoas por sessão.

A medida segue as orientações dos decretos sanitários de enfrentamento à pandemia de Coronavírus, que também incluem uso de máscaras, distanciamento e higiene.

Ontem, na primeira noite, houve 12 participações e a apresentação especial da Companhia Jovem Bolshoi Brasil que reviveu, depois de muito tempo, a emoção das apresentações presenciais.

O Bolshoi trouxe o espetáculo “O Gala Bolshoi”, com coreografias diversificadas, dança contemporânea e trechos de renomados balés de repertório, além de trabalhos criados pelos próprios bailarinos e também por profissionais formados na instituição.

As participações especiais ocorrem sempre às 19h. Para esta sexta-feira (24), está previsto o Galpão da Dança. No sábado (25), o momento especial fica por conta do grupo de danças húngaras Dunántúl e o domingo é reservado para Kulture Kaos.

A primeira noite (22) contou com evento de gala e celebrativo destinado especialmente aos coreógrafos, além de apresentação com Edson Nascimento, da Escola de Dança da Scar.

Na ocasião, houve o lançamento do videoclipe oficial do evento. A transmissão pode ser conferida aqui.

A secretária Natália Lúcia Petry enalteceu a possibilidade de realização de um evento com o retorno da participação do público, mesmo com limitação.

“Esta data é muito importante e precisa ser comemorada porque reúne a classe artística e cultural, um dos segmentos mais prejudicados com a pandemia”, disse.

Outras manifestações artísticas, além da dança, podem ser conferidas. Uma delas é a exposição resultante do 1º Concurso de Fotografias “Jaraguá do Sul 145 olhares”, que fez parte da programação de aniversário do município, em julho.

Evento de premiação dos 20 cliques selecionados ocorreu em 12 de agosto, no Centro de Inovação. Na ocasião, ficou conhecida a foto vencedora da votação popular para representar os 145 anos de Jaraguá do Sul.

A escolha ocorreu entre 5 a 10 de agosto. Rodrigo Murara teve a foto inscrita na categoria Arquitetura e Monumentos eleita com 1.097 votos, o equivalente a 50,6% do total (2.168).

Os 256 cliques inscritos no concurso passaram por avaliação de três fotógrafos profissionais atuantes em Jaraguá do Sul, com notas de 5 a 10. Os registros escolhidos serão utilizados pela municipalidade como ilustração de campanhas, trabalhos estudantis e em exposições itinerantes.

As cinco melhores fotos das quatro categorias receberam premiações em dinheiro. As fotos escolhidas podem ser conferidas aqui.

Por causa da limitação de público, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer promove a transmissão do Jaraguá em Dança ao vivo pelos canais de comunicação da Prefeitura e da Secretaria. Inscreva-se no canal e receba as notificações para novas transmissões pelo Facebook e pelo YouTube.

A organização informa que os ingressos, gratuitos, serão distribuídos na bilheteria da Scar, dois dias antes de cada sessão. Serão liberados apenas dois ingressos por pessoa.

A bilheteria da Scar funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 20h, sem fechar para o almoço, e aos sábados e domingos, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h.

De acordo com o diretor de Cultura, Sidnei Marcelo Lopes, as coreografias apresentam qualificação técnica, agradando tanto aos presentes no teatro quanto aos que assistem pelos canais de comunicação da Prefeitura e pelas redes sociais.

“Temos certeza de que este grande público, multiplicado inúmeras vezes com as transmissões, segue satisfeito com o nível dos trabalhos”, pondera.

O Jaraguá em Dança terá a participação de 33 entidades, 1.225 bailarinos, 55 coreógrafos, 73 auxiliares e 195 coreografias divididas em 15 sessões.

De acordo com a secretária Natália Lúcia Petry é uma satisfação realizar o Jaraguá em Dança mesmo com limitação de público, pois trata-se de momento esperado com expectativa por toda a comunidade envolvida.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp