Que tal um programa de intercâmbio de baixo custo, no qual você já chega ao País desejado com emprego garantido, auxílio de renda semanal na moeda local, uma bolsa de auxílio-estudo durante o tempo que estiver no País e com acomodação e alimentação por todo o tempo incluso?  Bom, se você gosta de crianças ou já teve alguma experiência comprovada como babá (e porque não, a irmã mais velha) preste atenção nas próximas linhas.

Antes de mais nada vamos explicar a profissão: a au pair nós podemos definir como uma mistura de babá com irmã mais velha, onde sua principal função é cuidar dos filhos da família que a receberá em sua casa durante o seu intercâmbio. Ou seja, será ela quem irá dar banho, brincar, dar comida, levar e buscar na escola... Enfim, todas as funções que a profissão exige.

Em troca desse trabalho, receberá uma remuneração semanal de $195,75 (cerca de R$675 na cotação atual) e viverá nos Estados Unidos – um dos Países no mundo onde o programa tem regulamentação pelo governo – e além disso, ainda terá direito a uma bolsa “auxílio-estudos”, que pode ser tanto para curso de idiomas como uma disciplina de seu interesse em qualquer faculdade local, no valor de US$500 anuais.

Mas e como funciona?

Antes mesmo do embarque, a intercambista é apresentada a diversas famílias onde é feito uma entrevista prévia de seleção. Mas não se engane, a seleção é bem rigorosa. Veja os pré-requisitos básicos para chegar nessa primeira parte do processo:

  • ser solteira;
  • não ter filhos;
  • ter ensino médio completo;
  • possuir uma proficiência intermediária em inglês;
  • ter carteira de motorista internacional;
  • no mínimo 800 horas de experiência comprovada com crianças de qualquer idade.

As informações e requisitos mudam um pouco de acordo com o destino selecionado para o intercâmbio de au pair, os citados acima são exclusivamente do programa nos Estados Unidos.

Preenchendo todos os requisitos listados acima, começam as entrevistas com as famílias cadastradas no banco de dados do programa no país. Sidnei Santos, coordenador de vendas da SEDA Intercâmbios destaca que durante todo o processo pré e pós-embarque, as intercambistas são assessoradas pela empresa.

"Tudo o intuito de orientar no preenchimento das documentações para inscrição no programa au pair. As entrevistas com as famílias são feitas via Skype, o que ajuda e muito a aumentar a empatia entre as partes dando mais segurança e confiança antes da hora da partida”, comenta.

O programa tem duração de 12 meses, podendo ser estendido por mais 6, 9 ou 12 dependendo apenas de um acerto entre as partes – au pair e família/organização e au pair.

Quanto custa?

A SEDA Intercâmbios trabalha com essa opção de intercâmbio e trabalha com seus programas a partir de US$ 500, já com passagens aéreas de ida e volta inclusas, auxílio ao visto, assistência médica internacional, orientação, teste de nivelamento, aconselhamentos obrigatórios, entrevistas, e todo o processo pré-embarque.

"Com relação ao custo x benefício em comparação a qualquer outro programa de intercâmbios no exterior, esse com toda certeza é o programa com maiores vantagens. Além de aprender um novo idioma, apenas com o valor recebido pelo trabalho feito é possível recuperar o investimento no programa", destaca Sidnei.

Prós e Contras do Programa

Como já citado anteriormente, esse com toda certeza é o programa com melhor custo x benefício para quem planeja estudar e trabalhar fora do Brasil, mas não é só aí que os prós da experiência param.

A intercambista terá uma imersão cultural muito maior se em comparado com curso regular de inglês em salas de aula, inserida no dia a dia de uma família estrangeira o contato é muito mais direto e consequentemente, o aprendizado do idioma só cresce em paralelo sendo que, por ser um programa regulamentado pelo governo, as organizações responsáveis se comprometem a dar todo o suporte e apoio necessário aos participantes.

Mas nem só de coisas boas o programa é feito, como deixamos claro anteriormente, a seleção das vagas são super rigorosas e quando já se está no país, é preciso trabalhar duro para dar conta de todas as responsabilidades tanto com as crianças quanto com os afazeres da casa – que são todos acertados antes mesmo do embarque, para que se proteja ambas as partes.

Gostou da ideia? Quer saber mais a respeito? Criamos uma página para atender especificamente quem tem interesse no programa e tirar todas as dúvidas, basta clicar aqui e fazer o seu cadastro. Ou então, enviar um email para florianopolis@sedaintercambios.com.br