Outubro trouxe chuva e tempo instável, e o que é melhor nessas horas do que um bom cineminha? Quem não nega um bom filme, se liga que vai rolar uma programação especial, esta semana. Entre os dias 16 e 20, o CineSesc vai receber seis longas muito legais. Confira:

Segunda-feira (16) – 20h – As Hiper Mulheres

As hiper mulheres é uma produção da Vídeo nas Aldeias (VNA), um projeto percusor na área de produção audiovisual indígina no Brasil, criado em 1986. O objetivo do projeto é apoiar as lutas dos povos indígenas para fortalecer suas identidades e seus patrimônios territoriais e culturais.
Sinopse: Registro sobre o Jamurikumalu, o maior ritual feminino do Alto Xingu, no Mato Grosso. As mulheres do grupo começam os ensaios enquanto a única cantora que sabe todas as músicas se encontra gravemente doente.

Terça-feira (17) – 20h – À Margem da Imagem

Documentário sobre as rotinas de sobrevivência, o estilo de vida e a cultura dos moradores de rua de São Paulo, abordando temas como exclusão social, desemprego, alcoolismo, loucura, religiosidade e, como sugere o próprio título, o roubo da imagem dessas comunidades, promovendo assim uma discussão ética dos processos de estetização da miséria.

Quarta-feira (18) – 20h – Observar e Absorver

Intitulado "Observar e Absorver", o documentário que retrata a vida e a obra de Eduardo Marinho, mostra um homem que seguiu o caminho contrário dos padrões da sociedade."Eu sou extremamente ambicioso. Eu sou ambicioso de uma forma que ninguém pode conceber. Porque dinheiro, conforto, estabilidade, luxo, pra mim é pouco, eu quero mais. Eu quero tudo que eu puder levar dessa vida" - Eduardo Marinho.

Quinta-feira (19) – 20h – Utopia e Barbárie

Em 2010, Tendler lançou um longa-metragem que tem esta marca do autor e conta com um trabalho paciencioso do cineasta, que passou 19 anos coletando entrevistas e depoimentos de figuras que viveram momentos paradigmáticos na História para montar este grande mosaico chamado Utopia e Barbárie.
O filme é um road movie histórico: para reconstruir o mundo a partir da II Guerra Mundial, passa pela Itália, EUA, Brasil, Vietnam, Cuba, Uruguai, Chile, entre outros países. Em cada um desses lugares, documenta os protagonistas dessa história.

Sexta-feira (20) – 20h – Belo Monte

Belo Monte, uma barragem com a missão de produzir uma parte da energia que o país necessita, localizada na fronteira de uma das maiores terras indígenas do Planeta. Que inundou o coração da Amazônia e grande parte da cidade de Altamira, no Pará. Belo Monte, uma gigante muralha de cimento que parou o curso do rio Xingu. Uns encontrarão trabalho para sair momentaneamente da miséria, outros vão ter sua existência e sua visão do mundo radicalmente mutiladas. E ainda aqueles que vão à guerra por uma causa que não lhes prejudica diretamente. Nasce aí uma das obras mais polêmicas da historia do Brasil.
Clique aqui para ver o evento no Facebook.
-
A entrada é gratuita, e não precisa retirar ingresso, é só chegar! O Sesc fica na rua Jorge Czerniewicz, 633, no Bairro Czerniewicz. ;)