Santa Catarina, terra de poucas, mas marcantes produções no campo da animação, emplacou mais um bom exemplar em 2018. “Almofada de Penas”, curta de Joseph Specker feito em stop motion, teve pré-estreia em março, na Capital, e de lá para cá foi contemplado pelo Rumos Itaú Cultural e conseguiu lugar em importantes festivais internacionais do gênero. Porém, sua trajetória se dá também fora das telas.

Em paralelo ao filme, foi organizada a exposição “Almofada de Penas: Arte em Stop Motion”, que reúne personagens, adereços, cenários, figurinos usados na animação, além de artes conceituais, cartazes e outros materiais.

A mostra chega à Joinville neste sábado (10), na Galeria de Arte Victor Kursancew, onde fica em cartaz até 16 de janeiro, de segunda a sexta, das 8h às 20h. Após a abertura, às 10h, será exibida a animação adulta no auditório da Casa da Cultura. A equipe da produção também estará presente para um bate-papo com o público.

“Almofada de Penas” é uma adaptação do conto homônimo do escritor Horacio Quiroga (1878-1937), considerado um dos principais contistas latino-americanos. Na trama, Alicia contrai uma doença inexplicável, enquanto seu marido Jordão presencia tudo de modo indiferente. Algo oculto a está enlouquecendo, fazendo com que a jovem tenha alucinações e entre em depressão.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=GnZeM1MKeHs