"Tenho Síndrome de Down, sou alfabetizada e o impossível não existe no meu vocabulário", é assim que a modelo catarinense Georgia Furlan Traebert se descreve nas redes sociais.

Com apenas 15 anos de idade, a adolescente já possui mais de 131 mil seguidores no instagram  e foi capa na edição do mês de julho de uma revista que promove a inclusão e a diversidade na indústria da moda infantil - “Katwalk Kids Fashion Magazine", na Austrália.

Em entrevista ao portal G1, a catarinense se diz muito honrada com o trabalho realizado.

“Fiquei feliz  com esse convite para ser capa da revista. Adorei o resultado final. Fez muito sucesso na escola”, comemora.

Modelo foi capa de revista australiana | Foto Arquivo Pessoal

De acordo com a modelo, ela sempre gostou em ser fotografada e salienta que adora o mundo artístico. Otimista, não descarta em participar de novelas no Brasil e ser também capa de uma revista em solo brasileiro.

Quando tudo começou

Natural de Florianópolis, a carreira de Georgia iniciou por acaso no ano de 2012, quando ela começou a postar fotos nas redes sociais com mensagens motivacionais. Aos poucos, alguns seguidores começaram a se interessar pelos trabalhos.

Em 2015, a adolescente participou de um desfile e foi contratada por cinco agências de modelos. A história da catarinense chamou a atenção de algumas jornais britânicos como o "The Sun" e "Daily Mail", que lhe entrevistaram para contar sobre a sua trajetória.

Alcançando novos patamares, ela foi a única finalista brasileira que concorreu ao prêmio Global Social Awards, um evento que reuniu influencers digitais de todo mundo no mês de maio, em Praga, na República Tcheca.

Acompanhe o trabalho de Georgia pelo facebook e instagram. 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger