Se você acha que os correios aqui são lentos, não viu nada ainda: autoridades japonesas encontraram 24 mil itens não entregues na casa de um carteiro de 61 anos em Kanagawa, na região metropolitana de Tóquio, segundo noticiado pela Kyodo News.

O carteiro alegou que escondia as remessas em casa pois entregá-las "daria trabalho demais" e por não querer parecer menos apto para o trabalho que seus colegas mais jovens.

As autoridades estavam investigando o desaparecimento de cerca de 1.000 itens da agência dos correios entre fevereiro de 2017 e novembro passado quando encontrou o "butim" do homem, cujo nome não foi revelado.

O carteiro havia sido demitido da agência em novembro passado, após uma sindicância interna que havia revelado a não entrega de remessas, mas pouco tempo depois foi readmitido em uma agência dos correios em Yokohama.

A polícia estima que o homem estivesse escondendo remessas em casa desde 2003.

Caso seja condenado, pode enfrentar uma pena de prisão de três anos, ou multa de cerca de 500 mil ienes (R$ 19 mil).

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger