O cantor e compositor Jesus Luhcas lançou nesta quinta-feira (17), Dia Internacional da Luta Contra a LGBTfobia, o clipe da faixa "Pode me chamar de bixa". Tanto a música quanto o vídeo são uma afirmação da homossexualidade como algo normal e se manifestam contra o preconceito.

O clipe - que foi gravado em março e envolveu mais de 60 pessoas sob a direção de Mário Águas - ainda faz uma crítica velada (ou nem tanto) a Jair Bolsonaro, candidato a presidência da república. Assista abaixo e aproveitar para ler AQUI  a entrevista exclusiva que Jesus Luhcas concedeu a Orelhada.