No dia 20 de dezembro de 2015, às 20h30, Osni Andrade estava indo ao mercado de bicicleta quando foi atropelado. O acidente aconteceu na rua Manoel Francisco da Costa, no bairro João Pessoa, em Jaraguá do Sul.
Osni sofreu traumatismo craniano, quebrou o fêmur esquerdo e o tornozelo direito. Foram 10 dias em coma, 16 na UTI e 33 no hospital, decorrentes do acidente que ainda afetou sua memória e comprometeu sua capacidade de locomoção. Muitas sessões de fisioterapia ainda serão necessárias, mas felizmente Osni está se recuperando. Em função da gravidade da fratura, ele pode andar somente com liberação médica.
Primeiros passos na fisioterapia. Autorizado pelo doutor. Obrigada Fernanda Follmann, pelo belo trabalho com o Osni Andrade. Obrigada pela paciência e sua dedicação.
Publicado por Sandra Andrade em Terça, 22 de março de 2016
Porém para finalizar o processo de recuperação, Osni precisa de uma cirurgia de cranioplastia, que irá recolocar uma parte óssea no seu crânio que precisou ser retirada devido ao inchaço na sua cabeça.
Essa cirurgia custa R$6 mil, e já que não será feita pelo plano de saúde, a família agora pede apoio à comunidade para sua realização. “O médico que acompanhou seu caso desde o começo não é credenciado pelo plano de saúde para realizar esse procedimento”, explica Sandra de Andrade, esposa de Osni.
As contribuições podem ser em qualquer valor, e podem ser depositadas na conta bancária criada especialmente para o caso. A expectativa é arrecadar o valor até final de abril. Você pode colaborar?
CONTA BANCÁRIA
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
CPF do titular: 00439867908
Agência: 0417
Operação: 013
Nº da conta: 00168070-5
Como forma de arrecadação também acontecerá uma feijoada no dia 9 de abril, na Sociedade Vitória, em Schroeder. Sandra agradece desde já a colaboração de todos e a participação no evento, onde todos estão convidados a comparecer. O valor de cada cartão é R$25.
feijoada osni
Pontos de venda: DLB - Daniel - Guaramirim / Overbike - Jaragua do Sul / Posto Mime - Schroeder / Markolf Bikes - Schroeder/ Haustur Viagens - Jaragua do Sul/ Cofiso - Schroeder/ Farmacia Barão - Schroeder / Pedala Schroeder

Condicionamento físico ajudou na recuperação

osni 4
Mesmo com 53 anos de idade, o condicionamento físico de Osni foi fator determinante na sua recuperação. Isso porque ele pedala há 22 anos e é participante assíduo de grupos de pedal há quatro. Atualmente faz parte do Pedal Livre. “Com certeza a atividade física e o cuidado com a saúde ajudaram muito nessa hora”, ressalta Sandra.

Motorista não prestou socorro

Segundo Sandra Andrade, o motorista nem sequer parou o carro para prestar socorro à Osni. Um motoboy que passava no local do acidente foi atrás do veículo e conseguiu anotar a placa. O motorista ficou preso por 23 dias, foi solto após pagar fiança.
Veja o que diz o Código Brasileiro de Trânsito (CBT) sobre a conduta do motorista nesse caso:
Art. 176. Deixar o condutor envolvido em acidente com vítima:
        I - de prestar ou providenciar socorro à vítima, podendo fazê-lo;
        II - de adotar providências, podendo fazê-lo, no sentido de evitar perigo para o trânsito no local;
        III - de preservar o local, de forma a facilitar os trabalhos da polícia e da perícia;
        IV - de adotar providências para remover o veículo do local, quando determinadas por policial ou agente da autoridade de trânsito;
        V - de identificar-se ao policial e de lhe prestar informações necessárias à confecção do boletim de ocorrência:
        Infração - gravíssima;
        Penalidade - multa (cinco vezes) e suspensão do direito de dirigir;
        Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação.
Além da falta de socorro, Sandra alerta para a situação daquela via. "A velocidade dos carros é alta ali e é preciso de faixas elevadas", ressalta. Além disso, ela deixa o recado: "É preciso de mais respeito com a vida do outro, pois essa situação mudou toda a nossa rotina e vida".