A Galeria de Arte do Mercado Público - Sala José Cipriano da Silva -, por meio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes apresenta a exposição "Uma ponte, vários ângulos", destacando as belezas e importância da Ponte Hercílio Luz, maior cartão postal de Florianópolis.

As fotografias foram doadas pelo fotógrafo e arquiteto Joel Pacheco à Casa da Memória de Florianópolis com objetivo de divulgar o patrimônio cultural e arquitetônico da Capital.

Um dos grandes símbolos de Florianópolis, a Ponte Hercílio Luz completou em maio 93 anos. Seu comprimento a coloca como a maior ponte pênsil do Brasil, possuindo o 132º maior vão pênsil do mundo.

A ponte foi projetada e construída durante o governo de Hercílio Luz para ser a primeira ligação terrestre entre a ilha e o continente, contudo, seu idealizador não pode ver seu projeto concluído, pois morreu antes de sua inauguração.

Um dos grandes símbolos de Florianópolis, a Ponte Hercílio Luz completou em maio 93 anos | Foto Joel Pacheco/Divulgação

Originalmente, a ponte teria o nome de Ponte da Independência, o qual foi mudado após a morte de Hercílio Luz, levando seu nome em homenagem póstuma.

Em seus 93 anos de existência, a Ponte Hercílio Luz sofreu duas intervenções, a primeira em janeiro de 1982, sendo reaberta em março de 1988 para bicicletas, motocicletas e veículos de tração animal.

Serviço

  • O quê: Abertura da exposição "Uma ponte, vários ângulos", fotografias de Joel Pacheco no Acervo da FCFFC
  • Onde: Galeria de Arte do Mercado Público - Sala José Cipriano da Silva
  • Quando: Até até 27 de julho.
  • Quanto: Gratuito