Recentemente a Revista Bula fez uma pesquisa para saber quais as cidades mais felizes de cada estado brasileiro. E assim, surgiu a lista das cidades mais felizes do país, considerando uma cidade por estado.

Para fazer a lista, foram analisados quatro relatórios:

  • Atlas de Desenvolvimento Humano no Brasil, publicado pelo PNUD, que classifica as cidades brasileiras de acordo com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH);
  • Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), baseado em estatísticas públicas oficiais;
  • Atlas da Vulnerabilidade Social;
  • Atlas da Violência, divulgados pelo IPEA.

Para a classificação, foi feita a média entre as pontuações que cada cidade obteve nesses quatro estudos, que analisam fatores como renda, longevidade, educação, emprego, saúde, saneamento básico e trabalho.

Em Santa Catarina, a cidade considerada a mais feliz, foi Balneário Camboriú, que recebe cerca de 4 milhões de turistas por ano. Alguns deles, principalmente os mais velhos, escolhem a cidade para viver depois da aposentadoria.

Confira a lista das 26 cidades mais felizes do Brasil

  1. Cruzeiro do Sul, Acre;
  2. Penedo, Alagoas;
  3. Macapá, Amapá;
  4. Presidente Figueiredo, Amazonas;
  5. Santo Antônio de Jesus, Bahia;
  6. Barbalha, Ceará;
  7. Vitória, Espírito Santo;
  8. Itumbiara, Goiás;
  9. Carolina, Maranhão;
  10. Lucas do Rio Verde, Mato Grosso;
  11. Três Lagoas, Mato Grosso do Sul;
  12. Poços de Caldas, Minas Gerais;
  13. Santarém, Pará;
  14. Cabedelo, Paraíba;
  15. Maringá, Paraná;
  16. Fernando de Noronha, Pernambuco;
  17. Floriano, Piauí;
  18. Petrópolis, Rio de Janeiro;
  19. Caicó, Rio Grande do Norte;
  20. Carlos Barbosa, Rio Grande do Sul;
  21. Ji-Paraná, Rondônia;
  22. Boa Vista, Roraima;
  23. Balneário Camboriú, Santa Catarina;
  24. São Caetano do Sul, São Paulo;
  25. Barra dos Coqueiros, Sergipe;
  26. Paraíso do Tocantins, Tocantins

 

Das cidades ranqueadas, Balneário ficou em 2º lugar na categoria Meio Ambiente e em 4º no quesito Segurança.

Fonte: Revista Bula

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger