Distante do Centro de Jaraguá do Sul, o bairro Santa Luzia se destaca pelas características da tradição italiana e clima de interior. Tais particularidades, registradas ao longo dos anos, formaram o Memorial Fotográfico do bairro, criado pelo Museu di Ferramenta D'Affari Dei Nonni.

As imagens foram captadas em vários lugares históricos do Santa Luzia por meio de um processo de digitalização, organização e arquivamento. Mais de mil fotos foram manipuladas e 600 selecionadas para compor o material especial sobre o bairro.

O responsável pelo projeto e pelas fotografias foi o funcionário do museu, Sérgio Luiz Pedrotti. A pesquisa, segundo ele, foi realizada com aporte do edital de Apoio a Projetos Culturais, promovido pela Prefeitura de Jaraguá do Sul. "A comunidade foi outra grande parceira nossa nessa missão", aponta Pedrotti.

Alunos da Escola Reunida Santa Luzia | Memorial Fotográfico

Ele comenta que as imagens mostram os primeiros moradores do bairro, sendo grande parte imigrantes, onde eles moravam e como eram as estruturas antigas na região. "É importante mostrar como o bairro mudou com o tempo, quais foram os avanços, e relembrar o passado", enfatiza.

Entre as fotografias, ele recorda de uma com que mostra uma vala cortando o Santa Luzia. "Ela foi cavada com o trabalho braçal dos moradores e serviu para levar água às casas da comunidade", observa. Muitas imagens comparativas, com o antes e depois das paisagens, também constam no memorial.

Antes e depois da Igreja Evangélica Apóstolo Tiago | Memorial Fotográfico

Algumas delas, inclusive, serão aproveitadas em outro projeto do museu: a edição do livro  "Memorial do Bairro Santa Luzia". Há 30 anos os dirigentes trabalham nesse projeto. Conforme Pedrotti, a obra literária será focada nos textos, contando com depoimentos  de descendentes dos primeiros moradores do bairro, recortes, documentos, livros e cadernetas.

Quem trabalha na produção do livro é o presidente do museu, Lauro Rosa. Para publicá-lo, a equipe busca a captação de recursos pela Lei Rouanet. "Já estamos visitando empresas para tentar juntar o valor de R$ 46 mil", explica Pedrotti.

Capa do Memorial Fotográfico do Bairro Santa Luzia

Os interessados em ajudar podem entrar em contato pelo telefone 3370-7955 e falar com o presidente do Museu di Ferramenta D'Affari Dei Nonni.

O memorial fotográfico está disponível para comunidade em DVD ou neste link.

-

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!