Na madrugada desta quinta-feira, 15, dois argentinos chegaram ao posto de migração da Polícia Federal de Uruguaiana, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, para o registro de saída do país. Neste momento, pediram ajuda aos policiais para localizar o amigo que tinha sido deixado para trás, na BR-290, por volta das 2h30.

Segundo o relato dos argentinos, os três viajavam em um automóvel Gol, e retornavam de Florianópolis, em Santa Catarina, onde haviam passado férias. O destino final era Entre-Rios, na Argentina, onde moram.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada por volta das 4h30, quando deu início às buscas pela estrada. O homem foi encontrado pelos agentes federais em Alegrete, também na Fronteira.

Ele contou que andou cerca de 10 quilômetros, por quase duas horas, até ser resgatado. Os policiais o levaram até um posto de combustíveis, onde o argentino esperou pelos amigos até pouco depois das 6h.

Durante a viagem na madrugada, fizeram uma parada rápida para uma troca de motorista e não se deram conta de que o passageiro, que estava no banco traseiro, havia descido do carro.

A falta do amigo foi notada apenas quando eles chegaram à aduana brasileira para os trâmites migratórios de saída. Eles precisaram retornar cerca de 140km para buscá-lo em Alegrete e, depois, andar mais de 500km até a cidade argentina de Entre-Rios.

Fonte: G1/RS