A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, aprovou o registro do primeiro remédio à base de maconha (Cannabis sativa) no Brasil. Trata-se do Mevatyl, indicado para o tratamento da rigidez excessiva dos músculos relacionada à esclerose múltipla.

O medicamento contém dois dos princípios ativos da planta usados medicinalmente, o tetraidrocanabinol, o THC, em concentração de 27 mg/mL, e canabidiol, CBD, em concentração de 25 mg/mL, e será vendido apenas a maiores de 18 anos, em formato de spray.

De acordo com a agência, o medicamento, aprovado em outros 28 países, incluindo Canadá, Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Suíça e Israel,  é destinado a pacientes não responsivos a outros medicamentos com o mesmo fim.

O remédio, registrado em outros países com o nome Saitivex, será fabricado pela empresa britânica GW Pharma Limited. No Brasil, a detentora do registro do medicamento é a empresa Beaufour Ipsen Farmacêutica Ltda.

O Mevatyl, por aqui, será comercializado com tarja preta em sua rotulagem e a sua dispensação ficará sujeita a prescrição médica por meio de notificação de receita.

Fonte: UOL Notícias