Nota publicada em janeiro de 1944 pelo OCP, destacava a alta incidência de raios na região desde o Natal e que vinha fazendo vítimas. O texto relata que inúmeras faíscas elétricas vinham caindo na cidade e redondezas, causando mortes e deixando prejuízos materiais em instalações industriais de Jaraguá do Sul e Corupá. “Ao noticiarmos, há dias, o falecimento de um cidadão de Corupá, pensávamos que tão cedo não teríamos a lamentar mais uma vítima”, diz a notícia. No entanto, o lar de um industrial da Barra do Rio Cerro foi atingido por faísca elétrica que resultou na morte de seu filho de apenas dois anos de idade. A criança estaria próxima das instalações de rádio receptor e faleceu instantaneamente.

Dia 15

Hoje é Dia Mundial dos Direitos do Consumidor. A data foi criada para proteger e lembrar sempre dos direitos do consumidor, não apenas entre as pessoas que consomem, mas que também as empresas e lojas lembrem do compromisso de respeitar todas as leis que protegem os seus clientes. Este dia foi instituído pela primeira vez no ano de 1962, pelo presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, para dar proteção aos interesses dos consumidores americanos.

Salões das sociedades de atiradores interditados

Uma nota da Delegacia de Polícia local publicada em 1944 no OCP, ressaltava que os salões das Sociedades de Atiradores continuavam interditados. A norma valia tanto para Jaraguá quanto para o distrito de Corupá. “O deslacramento e a reabertura dos salões só podem ser autorizados pelas mesmas autoridades superiores (Portaria desta Delegacia datada de 24 de janeiro de 1942), as quais os RAIOS FAZEM interessados devem dirigir-se.”