Novas definições de agência. É assim que a CMC traduz a sua nova fase, começando pelo nome. Mais do que uma sigla, CMC passou a ser um referencial de possibilidades, mostrando que a agência pode se moldar para as necessidades dos clientes e para a evolução do mercado, mas sem perder a essência.

CMC é falar sobre Comunicação Marcas Cultura, mas também: Compartilhar Mais Conhecimento, Conteúdo Mais Cool, Conectar Marcas Conscientes, Conversas Mais Criativas e tudo isso focado no pensamento coletivo. Mais do que nunca, a CMC adota métodos colaborativos de trabalho.

Os clientes fazem parte da ideia e vivenciam no dia a dia uma experiência de co-criação para poder transformar marcas em verdadeiras causas para o público. “Trabalhar com metodologias colaborativas não é, necessariamente, uma questão de se reinventar, mas de ter empatia com o que está a nossa volta. Se nós, como agência e indivíduos, queremos saber e participar muito mais de tudo, por que com os clientes seria diferente? Foi natural aproximar ainda mais a conversa. E o resultado tem sido muito positivo”, explica Luis Hufenüssler Leigue, Diretor da CMC.

O lançamento da identidade visual da agência é um reflexo de todo esse pensamento e traz uma mensagem muito forte e clara. A nova marca fala sobre expansão, sobre estar aberta e ao mesmo tempo ser firme aos seus ideais e sua história.

As sobreposições vêm de um ponto de vista estratégico da empresa, espaços que se completam e podem ser preenchidos com a colaboração de todos. A campanha fala em novas definições de agência de uma forma muito viva, com possibilidades de transformação a cada dia e a marca CMC é a ferramenta que abre caminhos.

Todas as novidades e pensamentos da agência estão no novo blog: www.blog.cmc.ag.