Para aquele que o vê de longe, parece apenas um vira-lata de cor caramelo, dócil e brincalhão. Porém, se engana quem acha que ali é apenas um focinho bonito. Conhecido em Balneário Camboriú, no Litoral de Santa Catarina, como cão comunitário, Berlim recentemente passou a furtar pet shops.

É isso mesmo! E o seu alvo favorito? Com certeza são os petiscos. Os biscoitos e até orelhinhas de porco defumadas estão sempre no seu radar. Em um de seus "delitos", um cliente flagrou com o celular toda a ação do pequeno ladrão.

Foto: Arquivo Pessoal/Leonardo Espíndola

Ele entrou em um pet shop na avenida do Estado, procurou um brinquedo e saiu abanando o rabo, sem preocupação em disfarçar o produto roubado. As imagens mostram que ele ousa até desacelerar o passo para dar uma olhada em outro cão que entra na loja, acompanhado do dono.

Berlim vive na rua, mas tem o contato de um responsável na coleira, o empresário Leonardo Espíndola, que o acolheu há alguns anos. Até hoje, ele nunca recebeu nenhuma cobrança por parte dos pet shops de Balneário Camboriú – embora saiba que Berlim é reincidente nos furtos.

Resgatado "das ruas"

Quando Leonardo o viu pela primeira vez, Berlim estava com um fio amarrado no pescoço, magro e doente.

Ao ser encontrado, foi levado ao veterinário. Leonardo tentou encontrar um lar para ele, porém não conseguiu. Hoje, Berlim continua perambulando pelas ruas, mas sob a tutela de Leonardo, que passou a alimentá-lo e cuidar de sua saúde.

O cão circula por Balneário Camboriú e pela Praia Brava, em Itajaí, o dia todo. No fim da tarde, volta para a empresa para comer e dormir. E é sempre pontual: chega sempre dez minutos antes das 18h, quando fecham os portões.

Lá dentro tem a ração, o pote com água, e uma cama quentinha para passar a noite. Desde que passou a cuidar de Berlim, Leonardo faz plaquinhas de identificação e coloca na coleira, principalmente para ser avisado em caso de emergência.

Confira o vídeo do momento do flagra.

Quer receber as notícias no WhatsApp?