No início de 2020, mais precisamente no dia 6 de janeiro, Criciúma completou 140 anos de fundação, ou seja, fez 140 anos que a cidade é de fato um município independente.

Que Criciúma é a Capital Brasileira do Carvão não restam dúvidas, mas você sabia, por exemplo, que a cidade é responsável por 90% da produção nacional de copos, pratos e bandejas de plástico? Ou que o município está entre os 35 mais antigos do estado?

Pois é! E foi pensando nessas e outras curiosidades, decidimos montar uma lista com algumas coisas sobre a cidade que talvez você ainda não saiba. Confira:

1. “Taquara Pequena”

Foto Engeplus

Todo criciumense sabe que o nome da cidade veio do capim “cresciuma”, muito presente na região, mas você sabia que em um idioma indígena local esse nome significa “taquara pequena”? Pois é!

Isso, porque Criciúma é um gênero botânico, que pertence à família Poaceae, que podem ser arbustos, árvores, bambus, erva, entre outros. E se você reparar bem nas plantas que existem até hoje na Praça Nereu Ramos, vai perceber que elas são como “minis bambus”.

Em algumas partes do Brasil, as pessoas falam “taquara” ao invés de “bambu” e isso possivelmente por conta dos índios da região, por isso que “Criciúma” pode ser traduzida como “taquara pequena”.

2. Primeira Guerra Mundial

Foto D&D Mundo Afora

Durante a Primeira Guerra Mundial, era preciso muito carvão para acionar as locomotivas e as navegações. Os produtos na Europa ficavam cada vez mais escassos e foi preciso importar matéria-prima da América.

Dentre as cidades com um solo cheio de minerais, obviamente estava Criciúma, que graças a grande demanda durante as guerras, acabou ficando conhecida como a Capital Brasileira do Carvão.

Apesar de não ter sido o tipo de evento que se comemore, a Primeira Guerra contribuiu muito para a expansão da cidade e principalmente para o crescimento da economia.

3. Ilhas Cook

Aitutaki nas Ilhas Cook | Foto Viajoteca

Você provavelmente nunca ouviu falar nas Ilhas Cook, não é mesmo? Na verdade, este é o nome dado a um arquipélago que possui 15 ilhas no total e cuja área total corresponde a 240 km².

“Tá, mas e daí?”. Você deve estar se perguntando. E aí, que esse “complexos” de pequenas ilhas, tem apenas 5 km² a mais do que Criciúma. Loucura, né?

Bem, nem tanto. Se você parar para pensar, Criciúma é a maior cidade do sul do estado e está entre os cinco maiores municípios do estado.

4. Industria do plástico

Foto Reclame Aqui Noticias

Além de ser conhecida pela exploração de carvão, Criciúma também tem uma indústria forte de cerâmicas e de descartáveis plásticos.

"A indústria de descartáveis plásticos é a mais importante do país, respondendo por cerca de 90% da produção nacional de copos, pratos e bandejas plásticas".

É exatamente assim que está escrito no site da Câmara Municipal de Criciúma. Aposto que você não imaginava que a indústria do plástico na cidade era tão grande!

5. Cidade antiga

Foto Ênio Padilha

Para fechar as curiosidades com chave de ouro: Criciúma está entre as cidades mais antigas de Santa Catarina.

O município ocupa a 35ª posição neste ranking, um número expressivo quando lembramos que o estado possui 295 cidades.

--

Gostou das curiosidades que “caçamos” pela internet? Você já sabia de alguma delas? Conta para a gente!

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp