O Dia Mundial da Água é sempre comemorado no dia 22 de março. Ele foi criado para alertar a população sobre a importância da água em nossas vidas e entender a necessidade de economiza-la.

Para te ajudar a reduzir o consumo de água quando estiver fazendo o famoso “faxinão”, temos aqui três dicas diferentes de economia nessa hora.

Quem da essas dicas é a BASF, uma empresa alemã que cria produtos químicos que usamos na limpeza de casa, de forma sustentável.

Confira as dicas

1 — Procure por detergentes biodegradáveis para lavar roupas e louças

A maioria dos detergentes tem agentes que ajudam a remover manchas mais difíceis, como graxa, gordura, leite e tinta. No entanto, muitos produtos usam agentes que contêm fosfatos e são prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente.

Os fosfatos são eliminados pelo encanamento, contaminando a água dos rios. Sua presença gera um crescimento excessivo de algas e um aumento no consumo de oxigênio da água, o que prejudica a vida aquática e o equilíbrio ecológico dos rios, causando a morte de plantas e animais.

Uma alternativa mais ecológica é o uso de quelantes sem fosfatos e com alto poder de limpeza, contribuindo com o equilíbrio dos ecossistemas.

2 — Escolha máquina de lavar que reduza os ciclos de lavagem das roupas

Normalmente, separamos nossas roupas entre peças brancas e coloridas para evitar manchas. Isso nos leva a aumentar o número de lavagens, consumindo mais água e energia.

No entanto, existem produtos cujas fórmulas contêm um inibidor de transferência de cor e impedem a coloração dos tecidos brancos, permitindo que todas as roupas sejam combinadas em uma única lavagem.

3 — Procure produtos que eliminem micróbios em uma única lavagem

As bactérias presentes na pele podem gerar maus odores em nossas roupas, principalmente naquelas que usamos para realizar atividades físicas. Detergentes para a roupa com um alto espectro de proteção antibacteriana evitam a proliferação de microrganismos e, consequentemente, de odores desagradáveis nas roupas.

Esse tipo de inovação nas fórmulas dos produtos é ainda mais relevante se observarmos que 74% dos consumidores da América Latina usam máquinas de lavar e apontam como atributos necessários a alta eficiência (61%) e a preservação da cor (48%), de acordo com um estudo da consultoria Nielsen.

Com informações da assessoria de imprensa

 

Quer receber as notícias do Por Acaso no WhatsApp? Clique aqui!