O aumento de temperatura observado de janeiro a setembro coloca o ano de 2016 perto de quebrar o terceiro recorde consecutivo como ano mais quente do registro histórico. Dados da Organização Meteorológica Mundial apontam que o planeta já pode estar 1,2°C mais quente que o período pré-Revolução Industrial!

Segundo a OMM, apenas de janeiro a setembro a temperatura média do planeta foi 0,88°C maior que a média observada no período de 1961 a 1990, usado como base de referência. O alerta foi divulgado na manhã desta segunda-feira (14), durante a 22ª Conferência do Clima, que ocorre até o final da semana em Marrocos.

2016 pode registrar temperatura mais alta da história pela terceira vez
2016 pode registrar temperatura mais alta da história pela terceira vez

Com base nesses valores, os cientistas estimam que o ano atingirá a marca de 1,2°C, ficando muito perto da meta de aquecer somente 1,5°C até o final do século. Este é o objetivo almejado pelo Acordo de Paris, fechado no ano passado e que entrou em vigor no último dia 4.

Segundo os pesquisadores, a não ser que sejam tomadas atitudes drásticas de redução de emissões de gases de efeito estufa, muito além das já prometidas, esta meta pode ser perdida rapidamente.

O aumento de temperatura em 2016 ainda foi favorecido pelo forte El Niño que atingiu o planeta mais fortemente no ano passado. De acordo com os cientistas, porém, não foi apenas o fenômeno o responsável pelo aquecimento. “O calor extra fornecido pelo poderoso El Niño desapareceu, mas o calor do aquecimento global continua”, disse Petteri Taalas, secretário-geral da OMM.

Fonte: ISTO É.