Um dia inteiro para celebrar a diversidade, conquista dos direitos e de luta por igualdade de direitos. Assim será a 13ª edição da Parada LGBTIQ+ de Florianópolis. O evento acontece dia 8 de setembro na Beira-Mar Continental, das 11h às 21h.

A abertura será feita pela bateria da Consulado do Samba, escola campeã do Carnaval 2019. O ponto de encontro será às 11h na cabeceira da Ponte Hercílio Luz, onde o trio elétrico estará localizado, sob o comando de Selma Light, uma drag queen de Floripa com reconhecimento nacional, junto de Suzy Brasil e DJ Paulo Pringles, também referências no cenário LGBT.

Às 16h30 o trio se deslocará até o palco principal do evento, no final da Beira-Mar Continental, que contará com diversas atrações musicais, com destaque para Aretuza Lovi e Dan Murata.

A Parada de Floripa também contará com a presença dos influencers Mandy Candy (@mandycandyreal), Júlia & Flávia (@fripolter) e Biga Kalahare (@bigakalahare). O público estimado para 2019 é de cerca de 70 mil pessoas, entre famílias, crianças, além do público LGBTIQ+.

“A Parada traz para a cidade um alta número de turistas. Os hotéis registram mais movimento, assim como restaurantes e demais estabelecimentos comerciais da capital, além disso há maior compra e venda de passagens aéreas e rodoviárias também”, comenta Miguel Gregório, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da população LGBT.

Programação

  • Domingo, 8 de setembro, das 11h às 21h
  • 11h às 16h30 - Início do evento na cabeceira da Ponte Hercílio Luz. Abertura com a bateria da Consulado do Samba, apresentação da drag queen Selma Light e da humorista Suzy Brasil e DJ Paulo Pringles.
  • 16h30 às 21h - Saída do trio em direção ao palco principal do evento, no final da Beira-Mar Continental com diversas atrações musicais, com destaque para Aretuza Lovi e Dan Murata.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: